Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Fabricio Barros

"MANUAL DE PILOTAGEM" !?!?!?!

Posts Recomendados

Olá Companheiros!!!

Andei dando uma pesquisada aqui no fórum, mas não encontrei nada que fale a respeito de um assunto que em minha opinião é muito importante.

Situação: Se vc estiver pescando SM (exemplo) e for surpreendido no meio do lago por uma chuva onde são formadas aquelas grande marolas (quem já viu ou passou sabe o que estou falando)..o que fazer?

Embarcação: Barco alumínio de 5 a 6 metros motor de 15 a 40 hp .....imagino que sejam as mais preocupantes para esse tipo de situação, até por representarem uma quantidade bem maior!!

O que queria quero com esse tópico?

Que fossem colocados aqui ações que podem ser tomadas com esse tipo de situação, seria uma forma de “manual de pilotagem” em situações de perigo, com o principal objetivo de alertar e orientar nossos amigos pescadores que estão começando e até mesmo os mais experientes.

Ouvi de um pescador “experiente” que o cara só aprende passando por essas situações, mas se for possível já ter uma idéia ou uma vaga noção do que fazer isso pode ser de grande valia!!!

Então se pudermos fazer essa espécie de “manual” acho que ajudaria muita gente.

Abçs a todos!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabricio, eu tb já me fiz essas perguntas.... mas acho que alguma informação ja seria de grande valia...

para na hora do aperto saber mais ou menos o que fazer... já que se uma marola forte te ataca, mtas vezes nem da mto o que fazerr... só continuar na lenta... eu acho..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"NA DUVIDA" MÃO NO CHAPÉU PROA PRA MAROLA E ACELERA gorfei:: (FULL ACELERAÇÃO) SERVE TAMBÉM PRA SUBIR OU DESCER CORREDEIRAS.

OBS. ESTUDE O LOCAL ANTES PARA SABER ONDE SE ABRIGAR EM VARIAS HIPÓTESES DE VENTO.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E no caso do peso é certo o peso ficar na popa? ou dividido? no caso de ventos fortes... passei por isso faz uns 10 dias lá em pereira barreto, eu dividi o peso e fui na lenta.... até achar uma entradinha que num tivesse vento... e esperei passar....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"NA DUVIDA" MÃO NO CHAPÉU PROA PRA MAROLA E ACELERA gorfei:: (FULL ACELERAÇÃO) SERVE TAMBÉM PRA SUBIR OU DESCER CORREDEIRAS.

OBS. ESTUDE O LOCAL ANTES PARA SABER ONDE SE ABRIGAR EM VARIAS HIPÓTESES DE VENTO.

Pois é Paulo....Ja vi alguns falarem que que quando vc pega a marola de frente e ela e muito grande....vc não pode aceletar com tudo, pois isso, disendo estas pessoas, fara com que após a marola a proa do barco desc erá e embicará na agua?

comigo isso nunca aconteceu.....so pegamos marolas digamos.....Medias.....e fui controlando a mao no manche.......mas ja falaram que pode acontecer de ter marola de mais de metro na SM...ai sinceramente e uma situação que nao quero passar novamente.

O complicado q quando vc esta longe de casa....ou em um final de tarde....que vc encosta para passar o vento ...fica tudo escuro....são casos e casos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
E no caso do peso é certo o peso ficar na popa? ou dividido? no caso de ventos fortes... passei por isso faz uns 10 dias lá em pereira barreto, eu dividi o peso e fui na lenta.... até achar uma entradinha que num tivesse vento... e esperei passar.

PESO MAIS PRA PODA DO QUE PRA PROA MAS NÃO MUITO NA POPA SE NÃO VENTO CONTRA + MAROLA + PESO NA POPA = DECOLA BEBENDO ÁGUA PELA POPA.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Companheiros!!!

Andei dando uma pesquisada aqui no fórum, mas não encontrei nada que fale a respeito de um assunto que em minha opinião é muito importante.

Situação: Se vc estiver pescando SM (exemplo) e for surpreendido no meio do lago por uma chuva onde são formadas aquelas grande marolas (quem já viu ou passou sabe o que estou falando)..o que fazer?

Embarcação: Barco alumínio de 5 a 6 metros motor de 15 a 40 hp .....imagino que sejam as mais preocupantes para esse tipo de situação, até por representarem uma quantidade bem maior!!

O que queria quero com esse tópico?

Que fossem colocados aqui ações que podem ser tomadas com esse tipo de situação, seria uma forma de “manual de pilotagem” em situações de perigo, com o principal objetivo de alertar e orientar nossos amigos pescadores que estão começando e até mesmo os mais experientes.

Ouvi de um pescador “experiente” que o cara só aprende passando por essas situações, mas se for possível já ter uma idéia ou uma vaga noção do que fazer isso pode ser de grande valia!!!

Então se pudermos fazer essa espécie de “manual” acho que ajudaria muita gente.

Abçs a todos!!!

Pois é Murilo....esse é meu objetivo com esse topico.....ouvir oque as pessoas fazem....pelo menos para se ter uma noção que como devemos proceder.

não sou nada experiente...navego a muito pouco tempo....e ja passei alguns sustos e te digo que não e nada bom.

Abçs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não piloto e não sei de nada... mas... Não seia mais adequado fazer como os caras fazem no mar? reduzir e enfrentar as marolas na transversal se conseguir fugir da crista da onda? (claro que não muito para não virar de lado).

Não sei nada dessas coisas, mas achei legal o tópico justamente por isso. joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"NA DUVIDA" MÃO NO CHAPÉU PROA PRA MAROLA E ACELERA gorfei:: (FULL ACELERAÇÃO) SERVE TAMBÉM PRA SUBIR OU DESCER CORREDEIRAS.

OBS. ESTUDE O LOCAL ANTES PARA SABER ONDE SE ABRIGAR EM VARIAS HIPÓTESES DE VENTO.

Pois é Paulo....Ja vi alguns falarem que que quando vc pega a marola de frente e ela e muito grande....vc não pode aceletar com tudo, pois isso, disendo estas pessoas, fara com que após a marola a proa do barco desc erá e embicará na agua?

comigo isso nunca aconteceu.....so pegamos marolas digamos.....Medias.....e fui controlando a mao no manche.......mas ja falaram que pode acontecer de ter marola de mais de metro na SM...ai sinceramente e uma situação que nao quero passar novamente.

O complicado q quando vc esta longe de casa....ou em um final de tarde....que vc encosta para passar o vento ...fica tudo escuro....são casos e casos.

ENTÃO VAI POR ELES, PORQUE EU APRENDI COM UM BANDO DE MALUCOS surtei:: surtei:: surtei:: QUE ME ENSINARAM ASSIM "NA DUVIDA ACELERA" MINHA EXPERIENCIA COM MAROLAS É POUCA, MAS MEU PAI E MEUS TIOS PESCAVAM NO RIO PARANA NA REGIÃO DE P. EPITÁCIO NA DÉCADA DE 70 COM LANCHAS DE MADEIRA E MOTORES COM PLATINADO SÓ QUASE NAUFRAGAVAM QUANDO O MOTOR DAVA PAU, MAS NESTE CASO PULAVAM NA ÁGUA E SEGURAVAM NAS BORDAS ATÉ CHEGAR EM ALGUM LUGAR.

MAS QUANDO PRECISEI NO LAGO MANSO FUNCIONOU BEM.

UM GRANDE MESTRE mestre:: QUE TIVE EM MATÉRIA DE CORREDEIRAS TAMBÉM ME ENSINOU ASSIM "NA DUVIDA ACELERA" MAS É OUTRO MALUCO rindo3:: MAS NUNCA NAUFRAGUEI POR ACELERAR.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom pessoal, tenho um rancho no paranaíba e lá costuma dar essas marolas enormes, e a primeira coisa que se deve fazer nesta situação, é , manter a calma, pois afobamento e desesepero mais nervosismo, só pioram a situação, depois vc deve estabilizar o peso no barco, distribuindo o peso entre o meio e a popa do barco, nunca deixe peso na frente, depois regule o motor (sabe aquele pino que muita gente não sabe para que serve, uns falam que é para regular a altura do motor), pois é geralmente muitos pescadores deixam ele no 3º buraco, então faça o seguinte, suba ele para cima, tudo mesmo, ai pode por a maquina para andar, mas não vá com muita pressa e vontade de chegar logo no barranco, pois se vc acelerar tudo, vc pode tomar uma porrada de lado e perder totalmente o controle, portanto, mantenha em uma aceleração que vc sinta que é vc quem comanda a "parada", depois siga calmamente para o seu destino, porém sempre pegando as marolas na transversal, TIPO assim meio que de frente, meio que de ladinho, não totalmente de frente , pois assim vc corre o risco de soltar o fundo da canoa e ir tudo por agua abaixo, e nem muito de lado para não virar, e tudo com muita calma, e sempre com colete salva vidas, pois para uma canoa virar e ir água abaixo, não gasta nem 8 segundos, portanto , nem pense em dizer; "Na hora do sufoco eu visto o colete". POis não vai dar tempo mesmo meu queridão, e digo isso por experiência própria, pois a hora que o bicho quer ir pro fundo , é igual montaria em touro bravo, não dura nem 8 segundos. E assim que encontrar um barranco, encoste e espere, pois depois da tempestade, sempre há a bonanza, e nunca saia de barco sem itens como, lanterna ou celibrim, colete salva vidas, e a famosa cordinha de afogamento do motor, pois na pior das hipoteses, vc não ficará no escuro, não se afogará, e não sera surpreendido pela hélice do motor girando em sua cabecinha.

Portanto, estes são os conselhos que dou para quem pesca nesses lugares, e lembre-se, nos piores momentos, a paciência e a tranquilidade, valem ouro, pois só assim conseguirão enxergar saidas para situações de risco.

Vlw, e espero que tenha contribuido de alguma forma.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom pessoal, tenho um rancho no paranaíba e lá costuma dar essas marolas enormes, e a primeira coisa que se deve fazer nesta situação, é , manter a calma, pois afobamento e desesepero mais nervosismo, só pioram a situação, depois vc deve estabilizar o peso no barco, distribuindo o peso entre o meio e a popa do barco, nunca deixe peso na frente, depois regule o motor (sabe aquele pino que muita gente não sabe para que serve, uns falam que é para regular a altura do motor), pois é geralmente muitos pescadores deixam ele no 3º buraco, então faça o seguinte, suba ele para cima, tudo mesmo, ai pode por a maquina para andar, mas não vá com muita pressa e vontade de chegar logo no barranco, pois se vc acelerar tudo, vc pode tomar uma porrada de lado e perder totalmente o controle, portanto, mantenha em uma aceleração que vc sinta que é vc quem comanda a "parada", depois siga calmamente para o seu destino, porém sempre pegando as marolas na transversal, TIPO assim meio que de frente, meio que de ladinho, não totalmente de frente , pois assim vc corre o risco de soltar o fundo da canoa e ir tudo por agua abaixo, e nem muito de lado para não virar, e tudo com muita calma, e sempre com colete salva vidas, pois para uma canoa virar e ir água abaixo, não gasta nem 8 segundos, portanto , nem pense em dizer; "Na hora do sufoco eu visto o colete". POis não vai dar tempo mesmo meu queridão, e digo isso por experiência própria, pois a hora que o bicho quer ir pro fundo , é igual montaria em touro bravo, não dura nem 8 segundos. E assim que encontrar um barranco, encoste e espere, pois depois da tempestade, sempre há a bonanza, e nunca saia de barco sem itens como, lanterna ou celibrim, colete salva vidas, e a famosa cordinha de afogamento do motor, pois na pior das hipoteses, vc não ficará no escuro, não se afogará, e não sera surpreendido pela hélice do motor girando em sua cabecinha.

Portanto, estes são os conselhos que dou para quem pesca nesses lugares, e lembre-se, nos piores momentos, a paciência e a tranquilidade, valem ouro, pois só assim conseguirão enxergar saidas para situações de risco.

Vlw, e espero que tenha contribuido de alguma forma.

Acho que é por ai mesmo!!!....principalmente a questão da tranquilidade.

Abçs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ééé só quem ja passou pra saber como é tenso...ha muitos anos atras estava num torneio em itumbiara e começou a chover e ventar,estavamos no meio do lago,por ja ter bastante experiencia com pilotagem,subestimei e mandei brasa,achando que dava tempo de chegar antes do vento engrossar(doidos pra pesar os peixes rsrs) e me lasquei,esse dia foi um dos piores da minha vida,as ondas ficaram tão grandes mas tão grandes,que,resumindo, quando eu consegui encostar no barranco mais proximo,o barco ja estava por meio de agua,era um barco de aluminio de 5m normal com motor 25hp,por muito pouco não afundamos,meu companheiro chorou de medo(pensa num marmanjo chorando,sério),quando encostamos o barco acabou de afundar pois as ondas estavam batendo de frente nesse local,sorte que era raso,mas pensa num sofrimento...depois desse dia fiquei esperto...fica aí a dica para não menospresar a natureza,achando que não acontece contigo...o segredo é cair fora bem antes .

Mas na hora h não tem muito o que fazer,é manter a calma,o controle total do manche,o peso um pouco mais pra tras e tentar cortar as ondas meio que na transversal mesmo...de lado pode virar e de frente o bico pode entrar dentro dàgua...

Valeu!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou lendo estes tópicos e relembrando meus sufocos em Serra da Mesa. Eu, particularmente, morro de medo de marola, tanto é que não pesco em mar.

Pegamos um banzeiro perto da Serra Negra, com motor de 15, 4 tempos que andava a 33 km p/h. Na marola tinha que acelerar tudo, subir na onda e tirar a mão para descer. O que acontece é que se a onda é grande demais o hélice fica fora dágua. Depois dessa vendemos todo o conjunto e compramos um de 6 m com motor de 25 hp. Carrego de tudo, desde lona até fogão. Se precisar dormir no mato não tem problema. O melhor conselho é: se manda antes do vento ou da chuva.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

é isso Miron , sai fora enquanto é tempo.

Eu entendo que o piloto deve ter conhecimento do barco , antes de tudo. Saber pilotar o modelo, afinal barcos quilhados e os chatos tem desempenho diferente nessas condições. O motor deve ser de confiança. Imagine se vc resolve enfrentar as marolas e o motor pifa no meio do forró?

A presença dos equipamentos de segurança: Boias, coletes e bombas de porão.

Conhecendo o barco o piloto pode fazer um melhor juizo sobre a viabilidade de enfrentar ou não uma tormenta.

Mas sempre buscando abrigo nas margens e se possível navegando em 45 graus quebrando as ondas. Se pegar a onda de frente tem que dar motor pra vencer, mas o casco bate muito.

Uma coisa eu sei, JAMAIS entre as ondas, pois pode virar o barco de lado.

Percebo o quanto nos enganamos com a distancia. Muitas vezes estamos a 100 metros da margem e descuidamos, achamos que já estamos seguros. Não se pode dar sopa pro azar e jamais abaixar a guarda. Esquecemos que ao chegar perto da margem as ondas ficam mais altas , como ocorre com o Tsunami.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente tópico! :bompost:

Eu sou bem inexperiente nessa história, mas uma coisa é certa: as marolas não vem todas bonitinhas, alinhadas na mesma direção. Quando venta vem marola de tudo que é tamanho e de tudo quanto é direção. É um sufoco só. Encostar num lugar abrigado é a melhor alternativa, nem sempre, ou quase nunca disponível nessas horas (lei de Murphy). Normalmente isso ocorre quando você já está no meio do lago (lei de Murphy). Agora pergunto aos mais experientes: não seria melhor tentar navegar a favor do vento e consequentemente "a favor" das marolas ao invés de enfrentá-las? Quais seriam os contras dessa "tática"?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, vou dar meus pitacos, pois tenho muita experiência, tanto em rio como em represa.

1) Rio.

Navego bastante no rio paraná, desde epitácio (lago) até porto figueira (rio).

No rio , quando venta, as ondas vem uniformes de uma só direção, é relativamente fácil se abrigar usando a margem ou ilha, procure sempre ficar e navegar ao abrigo do vento, vai ficar muito mais confortável.

- Se pegar o vento no começo, acelere o máximo possível para o local abrigado, sem comprometer a segurança;

- Se não tiver jeito e as ondas aumentarem, reduza a velocidade e vá procurando abrigo, mesmo que isso molhe e demore;

- Por segurança, ABRA O BUJÃO DE ESCOAMENTO atrás do barco, de modo que a agua que entra vá saindo, mesmo que em pequena quantidade; Se tiver bomba de porão, ligue de tempos em tempos e verifique a saída de agua, enquanto estiver saindo deixe ligada;

- Quanto a cortar a onda de frente ou em angulo, vai depender da região e do ponto de abrigo que vc quer chegar. Cortando a onda em angulo, vai ter uma navegação mais confortável, mas se não tiver jeito, vá de fente mesmo, só não recomendo pegar as onda totalmente de lado, pois aí se não for um barco muito estável, complica. Pegar as ondas a favor também é uma boa, assim, vc vai tipo que surfando nelas, é até divertido;

- Se a coisa ficar feia mesmo, mande os tripulantes sentarem no fundo do barco, baixando o centro de gravidade, e melhorando a estabilidade da embarcação;

- Não tenha pressa em chegar, vc estando abrigado, deixe o vento, pois vai parar. É melhor chegar de noite vivo do que arriscar e naufragar. MESMO QUE ESTEJA PERTO DO PORTO, se não tiver confiança, ESPERE.

Aqui vou dar um exemplo, que aconteçeu comigo: Estava eu e minha namorada na prainha do Porto rico uns 15 min de navegação, quando do nada o tempo virou, começou uma ventania (vento sul) foi o tempo de pegar as coisas jogar no barco e sair correndo, mesmo meu barco sendo bastante veloz (mais de 35 milhas) não deu tempo de voltar ao porto, pois como o sentido do rio corre de norte a sul, o vento contra a correnteza forma as maiores ondas, e uma em cima da outra. Ficamos agarrados num galho de árvore até a tempestade passar, durou uma meia hora. Chegamos molhados e tudo, mas o pessoal do hotel estava preocupado, pois disseram que uma lancha chegou a virar, e o nosso barco era menor.

Portanto é o seguinte CALMA e TRANQUILIDADE.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, vou dar meus pitacos, pois tenho muita experiência, tanto em rio como em represa.

1) Rio.

Navego bastante no rio paraná, desde epitácio (lago) até porto figueira (rio).

No rio , quando venta, as ondas vem uniformes de uma só direção, é relativamente fácil se abrigar usando a margem ou ilha, procure sempre ficar e navegar ao abrigo do vento, vai ficar muito mais confortável.

- Se pegar o vento no começo, acelere o máximo possível para o local abrigado, sem comprometer a segurança;

- Se não tiver jeito e as ondas aumentarem, reduza a velocidade e vá procurando abrigo, mesmo que isso molhe e demore;

- Por segurança, ABRA O BUJÃO DE ESCOAMENTO atrás do barco, de modo que a agua que entra vá saindo, mesmo que em pequena quantidade; Se tiver bomba de porão, ligue de tempos em tempos e verifique a saída de agua, enquanto estiver saindo deixe ligada;

- Quanto a cortar a onda de frente ou em angulo, vai depender da região e do ponto de abrigo que vc quer chegar. Cortando a onda em angulo, vai ter uma navegação mais confortável, mas se não tiver jeito, vá de fente mesmo, só não recomendo pegar as onda totalmente de lado, pois aí se não for um barco muito estável, complica. Pegar as ondas a favor também é uma boa, assim, vc vai tipo que surfando nelas, é até divertido;

- Se a coisa ficar feia mesmo, mande os tripulantes sentarem no fundo do barco, baixando o centro de gravidade, e melhorando a estabilidade da embarcação;

- Não tenha pressa em chegar, vc estando abrigado, deixe o vento, pois vai parar. É melhor chegar de noite vivo do que arriscar e naufragar. MESMO QUE ESTEJA PERTO DO PORTO, se não tiver confiança, ESPERE.

Aqui vou dar um exemplo, que aconteçeu comigo: Estava eu e minha namorada na prainha do Porto rico uns 15 min de navegação, quando do nada o tempo virou, começou uma ventania (vento sul) foi o tempo de pegar as coisas jogar no barco e sair correndo, mesmo meu barco sendo bastante veloz (mais de 35 milhas) não deu tempo de voltar ao porto, pois como o sentido do rio corre de norte a sul, o vento contra a correnteza forma as maiores ondas, e uma em cima da outra. Ficamos agarrados num galho de árvore até a tempestade passar, durou uma meia hora. Chegamos molhados e tudo, mas o pessoal do hotel estava preocupado, pois disseram que uma lancha chegou a virar, e o nosso barco era menor.

Portanto é o seguinte CALMA e TRANQUILIDADE.

Boa Alex.....acho que é bem por ai mesmo!!!

Na minha opinião acho q o mais difícil e o cara se manter tranquilo....se ele conseguir isso fica muito mais facil de tomar as decisões certas.....e essa tranqilidade acho que só vem com o tempo e com a experiencia!!!

Gostei da parte: "Pegar as ondas a favor também é uma boa, assim, vc vai tipo que surfando nelas, é até divertido"

Abçs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Encosta na margem, e nunca deixe as ondas pegar de lado.... colete e cordão sempre, aquela cordinha vermelha não é enfeite...

Pois é Grande Afif......aquela cordinha realmente não é um enfeite......o pior é que se observarmos muita pouca gente usa de forma correta!!!......acho que na maioria das vezes por esquecimento. Mas com essas coisas nao dá para brincar!!!.....para acontecer um acidente e uma questão de segundos.....poucos segundos.

Abçs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Encosta na margem, e nunca deixe as ondas pegar de lado.... colete e cordão sempre, aquela cordinha vermelha não é enfeite...

Pois é Grande Afif......aquela cordinha realmente não é um enfeite......o pior é que se observarmos muita pouca gente usa de forma correta!!!......acho que na maioria das vezes por esquecimento. Mas com essas coisas nao dá para brincar!!!.....para acontecer um acidente e uma questão de segundos.....poucos segundos.

Abçs.

Para facilitar o engate, coloquei um mosquetão de alumínio, então fica bem mais prático de colocar e tirar. O colete nem sempre uso, só quando tem marola mesmo...

Já enfrentei vento sul com bote de 6m com motor de 25hp, é chato, mas o negócio é sempre devagar, contra o vento, ou a favor dele, nunca de lado, tomando cuidado pra uma onda não encher sua popa de água... o ideal é não navegar em situações assim, mas se não tiver jeito...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:bompost:

...Só complementando as boas dicas dos amigos, é sempre bom levar tbem no barco uma bóia circular (akelas de cor laranja de plastico rigido) e uns 30 M. de corda... e numa situação de ventania e marolas navegar com a ponta da corda amarrada na proa do barco...pois se der uma zebra e o barco afundar, porteriormente ficará mais facil de recuperar a embarcação. mas tem que verificar se a corda está solta...se estiver toda embramada não vai adiantar.

Sobre coletes e a cordinha corta-ignição não pode marcar bobeira, pois é altamente essencial.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×