Ir para conteúdo

ArthurCaillard

Membro
  • Total de itens

    165
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Histórico de Reputação

  1. Like
    ArthurCaillard deu reputação a Kid M em Quando "esperar" (COVID-19) se torna um saco...   
    Hoje, esse é o único jeito ! 
     
    Quantos de nós repete uma rotina diária sem que haja uma previsão desta ser alterada !
    Aqueles que (como eu - aposentados acima de 60 anos) estão no isolamento residencial penam...
    Nossos "valores e desejos" são diferentes de uma enorme maioria da população que enfrenta o vírus.
    Queremos (quase todos nessa faixa) mais aproximação da família, em particular dos netos (quem os tem).
    O rodízio da cama para a sala, quer para a televisão quer para o computador, começa a gerar desalento...
    Pior mesmo é ligar a televisão e independente do canal, sentir ampliar a angústia e ansiedade dos dias que virão.
    Reportagens mostrando construção de hospitais de campanha em quase todos os locais é amedrontador.
    Sim pois isso indica que estamos apenas iniciando o ciclo dessa longa batalha aqui no nosso país...
    O computador "ilude" um pouco mais, pois podemos buscar acessos em sites onde não exista tanta menção ao vírus. 
    Faltei relacionar o celular, esse sim aliado de uma intercomunicação (som e zap) com a família, amigos e o próprio mundo.
    A idade nos trás algum "bom senso", mas atrela mais impaciência e desejos de realizações pelo tempo de vida que temos.
    Não me refiro a "tempo de vida" como algo "piegas" e sim como um fato natural da vida de todos nós, com data indeterminada.
    Tempo de espera é algo bastante útil para arrumar os armários (um saco), planejar ações "pós vírus", e por que não "sonhar".
    Precisamos manter o espírito da vida no campo do otimismo, sob pena de sucumbirmos nos nossos receios e medos.
    Estou pensando até em pegar todas minhas iscas artificiais e as limpar com uma escova de dentes velha e pasta de dente... 
    Vou arrumar assunto para bastante tempo e certamente me xingar por ter feito tantas compras não necessárias desse "acessório".
    Não sei vocês, mas escrever para mim é uma forma de relaxar as tensões do cotidiano, independente do tema abordado.
    Aos que não concordam com essa linha de "recado" (aqui não há editorial) peço-lhes desculpas, pois não é essa a intenção.
     
  2. Like
    ArthurCaillard deu reputação a Kid M em Isolamento - como conviver com ele ?   
    Uma cena imaginária em função do COVID-19 ?
    Claro que não ! Quantas foram as vezes que diversos de nós pescadores já vivemos essa situação ?
    Estamos sim com um cenário mais "complicado" e pouco vivenciado por muitos de nós !
    Pior que "o cenário" são as posicionamentos "pró" e "contra" determinados hábitos ou desejos.
    Certamente desconhecemos o que estamos experimentando (em termos de vírus) no dia a dia.
    Ficar sem outra opção que não "esperar" é uma situação que nem os mais pacientes pescadores suportam.
    Mas isso é preciso, ou melhor, continua sendo preciso, principalmente para os de faixa mais elevada...
    Um dos grandes problemas a enfrentar é saber em quem acreditar ou mesmo seguir as recomendações.
    Não vejo coisas como "certas ou erradas" e sim como mais ou menos "convenientes" para os envolvidos.
    Certezas que existem envolvem aqueles de maior idade (que chamam de "melhor idade" ) 
    A "faixa de seleção" está graduada para os acima dos 60 anos de idade, independente de como estejam...
    Tudo bem, critério é critério e nem sempre se escolhe um que seja o mais desejado pelos afetados.
    Para esses não tem negociação e o isolamento (horizontal ou vertical) é algo que visa proteção deles...
    As crianças até 10 anos parecem ser mais resistentes ao contágio, mas os pais sequer admitem esse risco.
    A faixa dos demais (entre crianças e idosos) é - em tese - os que tem melhores condições de superação ao vírus.
    É com muita tristeza que continuo vendo as populações sendo manobradas por vieses políticos e não clínicos.
    Não estou buscando "inocentes ou culpados" e sim alguém com a responsabilidade de unificar as diretrizes.
    Caberá ao povo (seguidas estas diretrizes) entender que foi o que se de melhor instituiu para minimizar o problema.
    "Não se fazem omeletes sem quebrar os ovos" de modo que iremos ter perdas, comoção e tudo mais que vem junto.
    O desejado por muitos de nós seria poder "aproveitar esse isolamento" na barranca de um córrego, com uma gelada.
    Claro que isso voltará a acontecer embora não tenhamos (ainda) um horizonte de prazo visível ! Faz parte...
    As palavras de ordem continuam sendo paciência, cuidado, isolamento e confiança em melhorias a curto prazo.  
     
  3. Like
    ArthurCaillard deu reputação a Kid M em Tempo de repensar... (e se cuidar) !   
    Apenas como um contraponto que me parece positivo dentro dessa situação de ansiedades e angústias que vivemos !
    Com essas "paralizações", daremos a natureza um tempo de recuperação nos estoques de peixes que nos trazem alegrias (independente de pescar e soltá-los).
    Lembrando apenas que as fétidas águas da cidade de Veneza na Itália, voltaram a ficar cristalinas e permitir a chegada dos cardumes e das aves que existiam antes (além de pombos).
    E para que isso acontecesse, a cidade simplesmente ficou fechada por 3 semanas. Nada de multidões, apenas e tão somente os residentes.
    Claro que a questão econômica é desastrosa, mas estamos falando de recuperação e não de perdas...
    Tenho enormes expectativas que nossos estoques irão ter uma ótima oportunidade de crescer. Sem a comercialização e captura, deveremos "colher fartura" mais adiante.
    Tomara também que usemos esse período de isolamento para repensarmos no que queremos ser pós vírus, pois nada será como antes... essa é uma certeza. 
  4. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Gabriel Bragatto em Não Deposite Toda Sua Fé em Suas Iscas   
    Parabéns Guto.
    Perfeita colocação.
    Sucesso na pescaria independe de apenas um fator, claro que técnica, ambiente, e material contam muito, e muito mesmo. Principalmente conhecer o local e entender o comportamento dos peixes naquele dia para poder trabalhar a isca como eles querem. 
    Conhecer o local é fundamental, por isso a importância de um bom guia de pesca, pois a maioria de nós não tem o privilégio de poder pescar 2 a 3x na semana. kkkkkkkk 
    Mas verdade seja dita pois as vezes nada disso também adianta. 
    Sabemos que tudo afeta nossa pescaria, seja, arremesso preciso, pressão atmosférica, maré, lua, fartura de alimentos, repiquete, rede, boto, piranha, e muito mais. Até aquele parceiro chato com a caixa de som escutando música de chifrudo na frente do barco interfere na pescaria.
    Você pode fazer várias pescarias no mesmo local, e todas elas serão diferentes umas das outras.
    Como você disse, as vezes é só a velha e boa sorte que trará resultados. As vezes técnica, as vezes o material, as vezes qualquer coisa e as vezes nada.
    Com certeza posso dizer que uma ótima pescaria será realizada quando temos todos esses fatores agregados.
    Claro que quanto mais conhecimento, maior a probabilidade de fazer uma ótima pescaria ou torná-la menos difícil.
    Mas sem dúvida alguma, acredito que o fator mais importante para o sucesso da pescaria é o churrasco e a diversão com os amigos.
    Churrasquinho na beira do barranco ajuda muito a pegar peixe. Já comprovei isso várias vezes, inclusive estou realizando um estudo sobre "A importância do cheiro da gordura da picanha pingando no carvão, para atrair os peixes". Parece que os peixes se alegram com o cheiro e com a farra. Pretendo realizar essa técnica mais algumas vezes antes de concluir o estudo.
    Abs meu amigo.
    Bragatto. 
     
    Silvanio,
    Parabéns pelo tópico e pelo curso.
    Show.
    Concordo que isca não é o fator principal, pois muitas vezes gatamos dinheiro só pq nos parece uma coisa fantástica e acabamos sendo fisgados ao invés do peixe.
    Mas com certeza tem aquelas que fazem a diferença e não tem como negar.
    “Um pescador ruim com uma isca boa pode até pegar 1 peixe, já um pescador bom com uma isca ruim vai fazer a festa” PERFEITO
    E vai ter iscas que são ótimas e não funcionam para um pescador e iscas ruins que funcionam para outro pescador.
    Isca artificial é igual a sapato de mulher, elas tem muitos e usam quase sempre os mesmos, mas vai falar que elas darem. kkkkkkkkkkk 
    Sucesso com o curso meu amigo.
    Abs.
     
  5. Like
    ArthurCaillard deu reputação a José Jorge em Pescaria na Amazonia em março- dúvida   
    Olá Vanderlei 
     
    Tenho feito LIVE no Instagram @personalfishing todas as semanas dia sim dia não sobre as informações do nível de água do Rio Negro e Afluentes com das imagens da minha exclusiva régua de parâmetro. Me segue lá e acompanhe lá minhas LIVEs e History que vc tbm terá acesso a informações. 
     
    Abraço. 
  6. Like
    ArthurCaillard recebeu reputação de Thadeu Ortona em E-BOOK COM DICAS PARA SUA VIAGEM AO MARAVILHOSO RIO ARAGUAIA   
    parabens meu amigo! ficou show de bola!
  7. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Mauricio Rossetim em Varas de Pesca - quando ter uma customizada ?   
    Existe uma clara diferença entre as pesca que eu faço.
    Como gosto de pescar, ainda que a pesca de Tucunaré seja a melhor, pesco todos os tipos de peixes e em locais que vão de açudes (que aqui chamamos de tanque), até o mar.
    Com finalidade de preservar o material  que julgo ser de melhor qualidade, uso em tanques somente varas e carretilhas mais baratas.
    Para os Tucunas é inquestionável a vantagem em ter material mais equilibrado. Os "puxadores" de hélice sentem no braço a dor (dói mesmo) de estar com material mais pesado e de libragem inadequada. Só por isso já devemos comprar material da melhor qualidade que o bolso de cada um permitir, seja ele customizado ou não.
    Já o  iludido ou empolgado que gasta além da conta para não ter dor no braço terá a dor no bolso, e de brinde a "busina" da patroa na orelha, dia após dia.
    Em uma palavra: Equilíbrio!
     
     
  8. Like
    ArthurCaillard deu reputação a Kid M em Alteração Tamanho Vara   
    Sérgio,
    Acho o mais "aconselhável" nessa situação, vender (ou guardar para outro momento - inclusive "dar de presente") e substituir por algo que lhe atenda melhor.
    Varas são projetadas para realizar um tipo de trabalho e modificações no blank geralmente trazem menos vantagens e quase sempre se tornam "tralha encostada".
    Não quero desmerecer o presente, mas isso seria o que faria ! Hoje em dia não justifica mais ficar procurando "ajustar" esse tipo de tralha. Acha coisa em conta (R$)... 
  9. Like
    ArthurCaillard recebeu reputação de Carlos Cinza em Tatula TYPE-R 100hs R$450,00 NOVA NA CAIXA   
    Vendo carretilha TATULA TYPE R 100hsl - NOVA NA CAIXA COM MANUAL. motivo da venda: minhas maos sao um pouco pequenas... achei que ficaria ok mas ficou um pouco desconfortavel.
    preço: R$450,00
    ps: está com linha pq usei pra testar na piscina aqui de casa. nao cheguei a pescar com ela e sinceramente nao pretendo mesmo se não conseguir vender hehe
     



  10. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Cristiano Rochinha em Você acha a tilápia um peixe esportivo?   
    Com certeza.Particularmente prefiro a pesca dela com vara de mão telescópica,porém nos ultra-lights também é uma pescaria bem interessante.
    Atualmente,são poucas as represas que ainda tem boa quantidade de tilápias de bom porte aqui no Sudeste.A pesca predatória de rede e mergulhos vem dizimando elas,mas onde ainda se acha boas condições pra pesca dessa espécie em ambiente natural,é uma pescaria que além de esportiva,é muito desafiadora,devido os macetes e manhas pra se ter bom resultado.Aqui onde moro,à anos atrás,pescadores pernoitavam na beira da represa em suas cevas e as pescavam com várias iscas,como minhoca,massas,folha de batata doce,capim e iças....Era cada branquelona que saia...Pescaria dos mais antigos mesmo e infelizmente essa tradição desse tipo de pesca vem aos poucos se acabando.
  11. Like
    ArthurCaillard recebeu reputação de André Martins em Cardume Estourado e Ataques Insanos   
    ate revi o video hoje kkkkk
    mas só um comentario... na proxima, tire a isca primeiro... estava a cara do acidente essa situação kkk
  12. Upvote
    ArthurCaillard recebeu reputação de André Martins em Cardume Estourado e Ataques Insanos   
    caraaaaaaaalhooooooooooooooooooooooo
     
    show demais meu amigo!!! sensacional!! quase peguei uma pipoca pra assistir o video kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
  13. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Rafael Cunha em TRABALHO MAIS CONFORTÁVEL NA CARRETILHA   
    Pra poder pescar "invertido" só trocando o chip.  já tentei e não vai.
  14. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Vagner em A "novela" da licença de pesca no Brasil.   
    Negocio deles e arrcadar
  15. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Cristiano Rochinha em Filtrar tralha... Mais um indo pra Amazonia...   
    Meu amigo Lênio,você está num dilema que eu também enfrentei quando fui pela primeira vez na Amazônia,e acho que de muitos outros também.Porém depois que fui pela primeira vez e mais outras 2 temporadas,lhe afirmo com toda tranquilidade : DESENCANE DISSO TUDO KKKKKKK....
    Cara,pelo o que você falou,você tem tralha pra pescar na Amazônia no mínimo pelas próximas 10 temporadas ...
    Fique tranquilo,que você está com o "FINO DAS TRALHAS POR LÁ USADAS"....Outros surgirão e falarão que trocariam essa ou aquela carretilha por outro modelo,e o  mesmo acontecerá com as varas...Mas mais uma vez lhe afirmo,isso é muito mais pessoal mesmo do que regra...Eu mesmo pesquei lá por 3 anos sem nem metade dessas tralhas que você tem...Os 3 conjuntos que você citou estão alinhadíssimos,não tem o que dar erro....Uma vara de 17 ou 15lb e 5,6" também será bem vinda por lá,até mesmo pra você poder diversificar um pouco a modalidade de pesca ou então descansar um pouco o braço em algum momento. Iscas então nem se fala....Separe tudo isso nas suas caixas de isca e leve tudo...Mas verás que não usará nem 10% provavelmente kkkkk....Em relação á tamanho dos plugs,nos rios Juma e Urubu sempre tive sorte com iscas menores,de no máximo 9cm...Pela quantidade de hélices e zaras que você já tem ,acho besteira investir mais em poppers, e spiners são opcionais,como você mesmo disse,se quiser dar uma brincada nas rasuras com as trairas, vale a pena.
    Também nunca troquei garatéias.....Muitos trocam,mas também acho opcional na maioria das iscas...As nacionais , 80% no mínimo já vem com garatéias reforçadas. Snap sempre é bom,use um reforçado,mas tenha em mente que se optar pelos tradicionais CAPELAS,(que são realmente os mais fortes que existem,pelo menos os mais fortes que eu já vi) você terá dificuldades em trocar as iscas...Pensa num snap difícil de abrir,até com alicate da um trabalinho...Sempre usei da marca Celta e até hoje não abriu.
    Leader é bom também.Fluor de 0,52 a 0,62mm,mais que suficiente...
    Linhas,sempre usei de 50lb....Nunca tive problemas...Há quem prefira um pouco mais forte mesmo...Mas como você tem todas essas libragens,você está "calçado" de linha também...
    Ou seja,eu no seu lugar não gastaria mais nenhum centavo...Tem traia pra carai .....
    Mas pescaria sempre tem muitas coisas mesmo que vão do "gosto" que são pessoais....Nunca existirá regra no que se diz a tralha.Pelo menos eu penso assim...
    Junte tudo isso que você tem e pode ir sem medo...Sua tralha está "chique demais"
    Abço!
  16. Like
    ArthurCaillard deu reputação a Marcelo Terra em PESCARIA TIETÊ 3 IRMÃOS 25/11/17   
    E aí galera td blz?!!! 
    Prometo aos amigos que esta é a última vez de 2017 que posto relato de nossas pescarias... rsrs 
     
    Como sempre expectativa nas alturas durante a semana, tentativa de desviar o pensamento... dá não       estuda previsão do tempo, monta estratégia e blablabla 
    Chegada a hora, de longe nota-se que o rio subiu... pouco mais de metro    o dia começa maravilhoso, quente a água tbm e logo movimentação de peixe    só que NÃO 
    Vai entender a natureza e comportamento dos peixes.      A preocupação toma conta, pois já é de conhecimento que nos primeiros raios de sol se não tem ataque...  o dia será difícil e assim foi. Só não foi ruim pq consegui engatar uma tábua de azul. 
    A satisfação de capturar o belo azulão foi maravilhosa por vários motivos: um dos peixes mais fortes que tive oportunidade de “lutar” que ressalta a vida saudável do nosso paraíso!!!
    Como nas últimas pescarias, tivemos que acelerar o retorno pq o temporal estava muito perto e até nos ultrapassou no caminho de volta.
    Abraço a todos que prestigiaram nossas pescarias em 2017 e ano que vem tem mais...
    Segue mais um videozinho e fotos...




  17. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Eder Nascimento em Alto Rio Trombetas - Setembro 2017- Pimenta Fishing - Espetacular!   
    Atenção a seguir um relato grande, porém para mim emocionante.
    As fotos foram compactadas para caber no relato, quem quiser fique a vontade para seguir no Instagram: @ederfishing. 
     
    Depois de quase um ano de expectativa e de um sensacional grupo formado, enfim chegou a tão sonhada partida ao Alto Rio Trombetas.
     O GRUPO

    Há quase um ano formamos nosso grupo no Whastapp e fomos nos entrosando aos poucos.
    O time foi formado por 4 paulistas e 4 mineiros.
    @Lucas Postali Furlani – Serra Negra/SP
    Michel Guerra  - Serra Negra/SP
    @Igor Toniato – Campinas/SP
    Antonio Carlos Fortunato – Máua/SP
    @Rafael Nunes Lima – Coromandel/MG
    Fernando Dorado - Coromandel/MG
    Clayton - Coromandel/MG
    Eder Nascimento – Belo Horizonte/MG
    Particularmente eu tive o privilégio de conhecer alguns parceiros do grupo antes mesmo do embarcamos para nossa aventura no Trombetas. Tive a chance de conhecer: Lucas, Rafael e Igor que pescaram comigo em Três Marias. Conhecendo estes 3 primeiros tive um noção de que se tratava de um grupo de pessoas diferenciadas, seres humanos valorosos. O que se confirmou na chegada em Manaus. A sintonia fluiu tão natural que parecia sermos amigos de longa data. É válido dizer que mesmo antes de pescarmos juntos no Rio Trombetas metade deste grupo já tinha se comprometido em estar juntos em uma nova aventura para 2018.
    A VIAGEM
     O pessoal de Coromandel saiu um dia antes do interior de Minas rumo a Brasília e por lá passaram a noite. Esta noite foi longa para alguns, kkkk, Michel ficou pilhando o grupo durante toda a madrugada ajeitando suas tralhas. Na manhã seguinte cada um foi para seu aeroporto de origem rumo a Manaus, eu tive a chance de fazer conexão em Guarulhos, onde encontrei com Antonio Carlos, a quem simplesmente chamamos carinhosamente de Fortunato. O pessoal de Serra Negra e Coromandel chegou logo pela manhã em Manaus e já foram visitar a cidade a almoçar. Enquanto eu, Igor e Fortunato chegamos mais tarde e de cara já encontramos com Lucas a quem eu já conhecida e Michel na recepção. Por fim ajeitamos as coisas e demos um volta na cidade à noite.
    No dia seguinte o vôo fretado direto a comunidade de Cachoeira Porteira durou cerca de 1h40min sobrevoando a exuberante floresta amazônica.

    Chegando a comunidade fomos recebidos pelo amigo @Pimenta Fishing que elaborou toda nossa operação. Falar da pessoa do Carlos é algo a parte, pessoa sensacional, que nos tratou com excelência em todos os aspectos.
    Almoçamos uma comida muito boa na comunidade e tivemos a oportunidade de conversar um pouco com alguns quilombolas que são pessoas simples, mas de uma educação e trato refinado.

    Seguindo viagem pegamos um caminhão estilo pau de arara e rodamos cerca de 31km até o Igarapé que estava quase seco mais ainda navegável.
    O IGARAPÉ

    Sem demagogia, mas só esta oportunidade de navegar no Igarapé já valeu a viagem, porém eu ainda não sabia as maravilhas que estavam por vir.
    Após cerca de uma hora ou mais navegando no Igarapé eis que de repente surge o majestoso Rio Trombetas. Um espetáculo a parte da natureza, com suas corredeiras e pedras um visual que me deixou em êxtase.
    Rio Trombetas

    A POUSADA

    Simples, mas com conforto que o pescador precisa, bons quartos, bons banheiros e um serviço de lavanderia nota 10. Uma comida muito bem preparada pelas meninas que cuidaram da nossa alimentação com muito carinho e capricho.
    Sem falar na mascotinha que nos recebeu com todo carinho e que de imediato batizamos de Dilminha é claro.

    A PESCARIA (ATÉ QUE ENFIM NÉ EDER, KKKK!!!)
     Já na comunidade quilombola Carlos tinha nos adiantado que se tratava de um período atípico naquela região da Amazônia, pelos elevados índices de chuvas dos últimos dias o rio subiu cerca de 30 centímetros em menos de dois dias e que isso poderia atrapalhar a pescaria principalmente do peixe de couro que sentiu muito a oscilação do Rio.
    De fato chegamos com Rio alto, mas isso não desanimou ninguém e logo bem cedo após um café bem tomado fomos atrás dos peixes.
    PRIMEIRO DIA DE PESCA
    A pescaria de bait no Rio Trombetas é diferente de tudo que se pode imaginar, esquece se você tem experiência na Amazônia , em lago, seja onde for. No Trombetas é muito diferente. Então eu apanhei muito, muito no início do primeiro dia para me adaptar ao novo. Foram muitas cabeleiras no início do dia e vendo meu parceiro Igor pegar peixe e eu com dedão atolado.

    Mas com toda humildade virei para o guia e disse: “por favor você tem toda liberdade para me indicar iscas e me corrigir no que eu estiver fazendo de errado”.
    Ai o guia entrou em ação e disse:” hoje e ainda mais neste horário coloca uma meia água”. Fui no meu estojo e mostrei para ele uma isca que ganhei da minha amiga Kenia Cristina da Yo Zuri, já tinha sido zuado aos montes por causa daquela isca que estava lá novinha, azul no dorso e com gliter prata extremamente brilhante nas laterais. O guia olhou a isca e disse é esta mesmo que você vai usar. O guia Malhadeira ainda deu outra dica: “quando eu digo arremessa atrás da pedra você esta arremessando depois dela, atrás da pedra é naquele remanso que se forma da corredeira onde a água é um pouco mais calma.
    Ai meus amigos eu fui para galera, e a isca com gliter arrebentou de pegar peixe, fora que no final da tarde foi só explosão na superfície.

    Ainda entram belos trairões na artificial.

     SEGUNDO DIA DE PESCA
    Neste dia fomos pescar em outros pontos e logo no primeiro arremesso, quase que na caída da isca, logo na primeira popada entra um belo tirorus dando uma pancada na superfície que foi vista por todos demais do grupo que estavam passando com barco ao lado.

    Neste dia mais consciente dos pontos de arremesso pude variar muitas técnicas o que rendeu belas capturas tanto na meia água, quanto na superfície. Fiz meu primeiro duble sozinho, e não era cardume.
    Engatei o primeiro peixe no Popper e vi que o outro estava atrás disse para Igor arremessar atrás que o maior estava junto. Igor tentou três vezes sem sucesso, dei a chance para ele, mas no instinto já passei a mão no outro conjunto e segurei o primeiro entre os joelhos. Arremesso preciso e uma tomada de linha muito forte, primeiro dublê da minha vida, coisa de programa de TV kkkk. Neste mesmo ponto ainda peguei 4 tirorus, levantava no Popper e engatava na meia água no visual, usando técnicas com catimbada e nados erráticos lentos vigorosos. Foi espetacular, uma grande realização para um pescador esporádico como eu.

    Igor ficou impressionado com minha isca com gliter, kkkk, e acabei emprestando ele uma plano B que eu tinha também da Yo Zuri e com ela ele fez a sua alegria.

    Ainda fizemos um dublê de trairão e tucunaré no mesmo ponto, arremessando praticamente no mesmo lugar. Fantástico!

    TERCEIRO DIA DE PESCA
     Desta vez fui pescar com meu parceiro Rafael Lima e decidimos focar somente no bait. Com rio começando abaixar bem tivemos muita ação de peixe, várias pancadas na superfície. Enquanto eu arremessava de um lado e tomei uma pancada no Popper que não entrou Rafael com sua bonne fazendo um trabalho mais isticado toma uma sepada logo em seguida da pancada que tomei, escutei só o barulho e virei na hora. Com uma tomada de linha monstro eu grito com Rafael: “não deixa ir para o pau não, não deixa ir para o pau não!” Mas como segurar uma tomada de linha daquela? Rafael simplesmente respondeu: como? Realmente não tinha jetio eu só vi o rabo do tucuna que fatalmente seria o maior tucunaré que eu teria visto embarcado na minha vida. O danando foi para o pau e escapou. Neste mesmo dia no fim da tarde tomei outra pancada na superfície de outro tucunaré gigante que tirou o corpo todo para fora da água e não entrou com tudo no Popper. Segundo Malhadeira ambos os peixes eram acima de 6kg.

    QUARTO DIA DE PESCA
    Ainda pescando com Rafael este dia foi o menos produtivo, mas nem por isso foi um dia perdido. Subimos o Trombetas em direção ao Rio Velho onde iríamos acampar batendo isca, pegamos poucos tucunarés nesta manhã.  Durante a tarde eu e Rafael decidimos tentar peixe de couro, mesmo não sendo nosso forte, isca na água. Rafael teve uma tomada de linha bem grande e mostrou que de fato é pescador de tucunaré, kkkk. Deixou o peixe carregar demais e errou a fisgada. O guia disse que era tomada de linha de pirarara. Uma pena esta não foi para foto. Chegando ao Rio do Velho, outro rio espetacular, de beleza sem igual. Apoitamos o barco e o Rafael me pega um trairão enorme que deu até medo de pegar ele com alicate boga.

    Chegamos ao acampamento e foi uma grande confraternização.

    QUINTO DIA DE PESCA
    Voltando a pescar com Igor e ainda no Rio do Velho, nos aventuramos a ir a um lugar que poucos chegam ainda mais com rio baixo, depois de puxar canoa e muito esforço chegamos em um famoso poço dos Trairões. O guia Malhadeira pode mostrar que conhece muito, segundo ele poucos tem peito para chegar até ali. De fato era verdade e somente ele o guia Camisa foram guerreiros de chegar neste ponto e fomos brindados com muitos trairões e uma cachara pega pro Michel, este um caso a parte que merece um tópico só para ele, estava iluminado o garoto.

    Depois do almoço ainda tínhamos que descer o Rio do Velho e retornar ao Trombetas. Malhadeira ainda parou em um ponto onde tive a chance de pegar uma bela cachara.

    Ainda paramos para pegar umas corvinas e escutar o ronco delas a uma profundidade de mais de 20 metros foi algo que me impressionou. Quando acha o cardume pega uma atrás da outra, temos até que parar de pescar porque é um peixe que ao chegar na superfície dificilmente escapa vivo, o que é uma pena pois é uma pescaria extremamente gostosa.

    Depois fomos navegar rumo ao Trombetas, tínhamos um longo caminho pela frente. Mas nosso guia com toda humildade disse ainda vamos parar no finalzinho da tarde para pegar 5 tucunarés. Impressionante, já era 18 horas eu disse para ele: Malhadeira não vai dar tempo para pegar esses tucunarés não já esta escurecendo. E ele com toda calma reafirmou: ainda vamos pegar cinco. E foi batata com 15 minutos tivemos tanta ação de tucunaré que pegamos exatamente o que ele disse, palmas para guia.
    Ainda fizemos um pesca noturna para tentar um jaú ou pirarara, porém Igor pegou um Palmito.

    SEXTO E ULTIMO DIA DE PESCA
    Saímos bem cedo, primeiro que todos os demais em busca de grandes tucunarés. Pegamos muito peixe na superfície e ainda pude fazer outro dublê. A cena do segundo dia se repetia e eu fazia meu segundo dublê.

    Ainda tive uma pancada na superfície e tomada de linha tão forte que não agüentei segurar, não sabia que peixe que era. Ao saltar um show a parte, uma linda e enorme bicuda, que chegando ao barco da mais um belo salto e vai para vida ser querer ser fotografada.
    Um pouco depois, recebi uma tomada de linha tão forte que não agüentei segurar, o tirorus foi para pedra e cortou o líder. O guia sorriu e disse: por essa tomada de linha este era seu troféu.

    MICHEL O CAMPEÃO DA PESCARIA
    Existe o cara com sorte, existe o cara largo, existe o cara muito largo e existe o Michel. Apelidado por Temer pelos guias, o garoto estava iluminado, pegava peixe até sem querer. E ainda parando para almoçar me tira uma cachara na frente de todo mundo. E o troféu da pescaria foi dele, um Tirorus acima de 6k. Parabéns Michel você merece demais.

    CONSIDERAÇÕES FINAIS
    O Rio Trombetas acima da Cachoeira Porteira é um rio espetacular, com lindas corredeiras e se vê muita vida, peixe batendo na superfície para se alimentar o tempo todo. De fato a pratica do pesque solte tem ocorrido na região, muitos peixes fisgados se via marca de outra garatéia. Na nossa turma mesmo um único tucunaré foi sacrificado, pois a piranha comeu sua calda em meio à corredeira, infelizmente aconteceu comigo.
    Outro fator de suma importância para uma pesca bem sucedida é o guia, esses caras fazem toda diferença e merece todo nosso respeito. O fato é que dois guias se sobressaíram muito em relação aos outros dois, o que vez a pescaria das outras duplas ser com menos ação.
    Acredito que pela fama que o lugar ganhou nos últimos anos por ser um lugar de natureza intocável e não ter pesca predatória, como de fato é, a pressão de pesca pelos pescadores esportivos vem aumentando, tendo em vista ao número de pousadas que aumenta cada ano que se passa o que tem tornando a pescaria ainda mais difícil por lá.
    EQUIPAMENTOS MAIS UTILIZADOS
    Varas: Enzo 17lb 6’ - Green Baas 25lb 5.8’
    Carretilhas: Curado 71xg -Core 51mg
    Iscas: Vulcam 100; Yo Zuri FMove 13cm
    Linha Sufix 55lb e Leader Linesystem Japones 50lb

     
    AGRADECIMENTOS
    Agradeço em especial minha esposa e meu filho que torceram para eu ter uma pescaria inesquecível como de fato foi.
    Agradeço também cada um dos meus parceiros de pesca que fez desses dias memoráveis.
    Agradeço também ao guia Malhadeira (Nelson) que fez toda diferença na nossa pescaria.
    E no final e mais importante a Deus por me dá saúde e me conceder esse privilégio de pescar na Amazônia.
    Até 2018 Amazônia.
    EM BREVE POSTAREI VIDEOS DA NOSSA AVENTURA
    SEGUE MAIS FOTOS DOS PARCEIROS:
    Claytim o homem folha kkkkkkk Homenagem ao amigo @Marcelo Pupim.
    Malhadeira, sabe tudo.
     Almoço de despedida depois de seis dias de pesca.
  18. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Guto Pinto em Dúvida sobre soltura de Tucunaré Azul em represa particular   
    Aqui eu duvidei, mas eles foram pra frente, mas o ambiente é bem propípicio pra eles pois tem muita vegetação e muito peixe forrageiro, mas agua chega 18 graus no inverno  e 29 no verão.  Mas o Amarelo tolera frio um pouco o azul não.  Hj tirei fotos deles e até pegui um bonito sexta

     
  19. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a JuniorBsb em Isca pegadeira?   
    Acho que é isca pra piranha 😆😆😆
  20. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a RodolfoZappa em Alguem conhece esta vara Vara Rapala Ts2 561m?   
    Amigos, muito obrigado pelo pronto retorno!
    Fico mais tranquilo, pelo jeito todas são boas opções.
    Acho que vou de TS2, já que é um pouco mais barata.
    Assim que comprar e experimentar dou um feedback sobre ela.
    forte abs, 
     
  21. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Astra-Taranis em BARCOS DE ALUMÍNIO 5 E 6 MT AFUNDAM OU NÃO...!   
    primeiro vc precisa definir o que é afundar, na minha visao, afundar é submergir por completo, do tipo bau bau, ja era, cabou, never...
     
    ficar na superficie (ainda que 90% dele) , ficar a meia agua (nem afunda nem fica na superficie), pra mim nao é afundar.
     
    feito isso, veremos, hoje todos os barcos sao feitos para nao afundarem, ou seja, tem EVA que por si só gera uma estabilidade de flutuacao muito importante, ou seja, ele se estiver preso ao barco (bem preso!), vai impedir que o barco afunde, mas provavelmente nao vai deixa-lo na superficie por uma questao de peso.
     
    Flutuadores hoje sao colocados dentro dos bancos, como garrafas pet, espuma expansiva , isopor etc, nao precisa ser muito genio pra perceber que o barco pesa uns 100 a 140 kilos, ou seja, algumas pets e isopores facilmente suportam isso, mas so vao atuar quando o barco estiver com bastante agua dentro, ou seja, nivel de agua interno e externo quase igual . Igual vc na piscina, nao fica 100% pra fora da agua...
     
    ate aqui ok neh? O barco provavelmente vai flutuar ou semi flutuar ou algumas partes boiarao e outras nao... agora se vc adicionar ai poita, motor, tralhas, peso de todo tipo, etc, etc, etc, dificilmente o seu barco ira flutuar a contento, provavelmente ele vai adernar e ficar so um bico ou algo assim pra fora, ou seja, vc recupera depois alguma coisa, mas pouca coisa.
     
    agora vamos ao seu momento em particular, se o barco nao virou, apenas entrou aguar, vc conseguirá navegar ate quase afundar ou o motor nao beber agua (seja pelo escape ou pelas laterais). é assustador mas é a realidade, se ele estiver com a boca pra cima, com vcs dentro, so afunda se vc parar por completo ou entrar mais agua que o a borda chegar a tocar na agua, ai nao tem jeito mesmo...
     
    a explicacao eh simples, forca do empuxo, ela continua atuando mesmo qdo o barco quase inteiro na agua, acontece que o peso extra joga ele pra baixo, entao qdo vc para por completo, a hidrica deixa de atuar no casco e ele vai adernar ate a agua equilibrar com interno e externo. 
    agora, colocou peso, etc, certamente vai ficar meia agua ou afundar. mas fique tranquilo, ja cheguei a navegar com apenas dois dedos de borda apenas, quase nao sai do lugar, da um cagaço da p****, vc perde tralha mas chega na margem ehehehhe
  22. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Shoji Ito em BARCELOS - PIRARARA. O Dick pegou o recorde por tamanho!   
    O staff da Pesca & Companhia, Alexandre Dick, bateu o recorde da pirarara mais comprida. Ele fisgou um exemplar de 132 cm no Rio Negro, em Barcelos no Amazonas, enquanto que o recordista anterior possuía 126 cm. O feito do brasileiro já foi homologado pela IGFA.
    Dick conta que havia viajado para Barcelos (AM) no mês passado com o intuito de pescar tucunarés-açus. No entanto, ao chegar no Rio Negro, se deparou com uma situação de repiquete, bastante desfavorável para pescar os “bitelos”.
    “Não me atrelo a um peixe só  e gosto de estar preparado para outras espécies”, conta Dick. “Então decidimos tirar um período para pescar os peixes de couro”.
    Dick pegou equipamento emprestado da pousada onde estava e usou vara de 180 lb, linha 0,90 mm de monofilamento, carretilha grande, anzol 12/0 e chumbo pesado o suficiente para segurar uma cabeça de piranha como isca no fundo do rio.
    O pescador conta que não pretendia ficar muito tempo em apenas um ponto, “não mais que 15 minutos”. Mas, com menos de cinco minutos, Dick teve a ação e não precisou de mais cinco para dominar o peixe e, com o auxílio do guia Wilson, fazer todos os procedimentos para uma homologação de recorde na IGFA.
    “Nunca imaginei que fosse pegar um exemplar para recorde”, conta. “Mas sempre levo a régua da IGFA na minha tralha”.
    Apesar da façanha, Dick revela que já havia pegado exemplares maiores, mas não havia feito os procedimentos corretos para homologação. “Acredito que outros pescadores também já tenham conseguido maiores”, cita. 
     
    Fonte: Pesca & Companhia
  23. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a João Biguá em Angatu, Viagem frustada e decepcionante   
    Então...eu estava lá, com os Mocorongos. Tive a grata satisfação de coordenar este grupo - 10 Mocorongos mais 5 parceiros, também já conhecidos. Coordenar é força de expressão, já que ali cada um é coordenador de seus atos, de suas idéias e de suas atitudes. Não posso deixar de concordar com o relato do Kid, que, por sinal, expressa tudo que a turma gostaria de dizer. Tive sim, que coordenar discussões, reclamações e um mal estar geral durante toda nossa estadia por lá. É incompreensível e difícil de aceitar a forma como as coisas estão ocorrendo em Santa Isabel. Como é terra de ninguém os espertalhões aparecem e vislumbram uma oportunidade de se dr bem. A sensação é de que todos se acomodaram de forma que, ou bem ou mal o pescador está chegando. É um grupo a mais. Donos de barcos não se entendem, uns brincando de "empresários" e, dentro do seu amadorismo, acabam criando problemas que vão se refletir sobre os outros - que somos nós. Bem, este é assunto para os verdadeiros empresários. Alguns que ali vivem seu dia a dia, seja como empregados de empresas, seja como donos de barcos, precisam entender, e rápido, que, se tem alguém que pode ser visto como "importante" este somos nós, pescadores. Quando vão perceber isto? Quando não chegar mais nenhum voo levando turistas, quando o comércio não conseguir desovar seus estoques e quando a cidade sentir a falta dos grupos que chegam toda semana. Eu preciso que os sábios de plantão me digam o que dizer para seduzir o pescador que pretende conhecer àquela região. A discórdia já semeiam, com nota dez, de como fazer para espantar o turista pescador. Eu não posso dar respostas que não são minhas, não posso fazer perguntas que não são minhas e não posso oferecer o que não posso dar. E então...como ficamos? Vamos esperar a mina secar? Já perceberam que a galinha dos ovos de ouro está morrendo? Não é possível que as lideranças da cidade vão continuar olhando para o próprio umbigo. Eu acredito que as coisas vão melhorar.Preciso acreditar nisto.
  24. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Ricardo Passos em Corvina com 18 Kg   
    Um peixinho que me demorou 16 minutos a sacar....
     
  25. Upvote
    ArthurCaillard deu reputação a Marcelo Pupim em Up BRAZUCA NEW 550 - mercury 40hp com console   
    Olá pescadores! Tenho escrito em alguns post que iria colocar comando a distância no meu brazuca e finalmente o fiz. 
    Sem pensar em custo kkkk, e supervisionado pelo Tiago da Metal forte em Uberlandia, fizemos todas as mudanças. 
    Veja como era:

    E agora como ficou, especial para pesca esportiva com iscas artificiais. Aumentamos a plataforma dianteira, para colocar o porta varas, console e comando original mercury, graças ao André que o conseguiu usado, espaço para colocar caixa térmica, duas baterias, bomba de porão com automático. De acordo com o pessoal da metal forte aumentamos em 100 kg o peso do barco, estimados em 320 o peso total com motor. Realmente já coloquei na água e ficou mais lento, porém o conforto é totalmente compensador.
    Esta semana farei os ajustes para aumento de potência do 40ão, depois medirei a velocidade final e posto aqui. Não consegui medir pois o velocímetro não funcionou kkkk, terei que ajustar isso.
    Segue como ficou:

    https://www.youtube.com/watch?v=zBV7vuZVPTs&feature=share

×
×
  • Criar Novo...