Ir para conteúdo
Elio Cioni

DESAPROVADO PILOTEIROS DA POUSADA ITAPARÁ

Posts Recomendados

Estive na pousada itapará em novembro de 2014,  e fiquei extremamente decepcionado com os piloteiros ou pelo menos com a maioria deles, porque lá há troca de piloteiro diariamente e não são muito profissionais.

 

Tenta imaginar um piloteiro que liga o elétrico e abaixa a cabeça e bate o barco no barranco, mais de uma vez ao dia, outro voce pedi opinião sobre que isca usar, ele ti respondi com um murmúrio incompriensível, ou fica insistindo demais em um ponto que já foi bem explorado com preguiça de mudar de lagoa, e por aí vai.

 

Naturalmente não perco a calma, não faço falta de educação com os piloteiros, o que faço é, no último dia comunicar a gerência a minha insatisfação com relação aos piloteiros, pelo que pude notar com relação isso não houve muita  preocupação  com minha argumentação.

 

Pessoalmente não volto mais na Pousada Itapará, e tambem prefiro que o piloteiro permaneça todos os dias de pesca, voce cria um vinculo de amizade e aceitação de ambas as partes fazendo a pescaria ser mais produtiva.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Elio, que chato essa situação...

Já estive na pousada Itapará duas vezes, acho que tive sorte...

Claro que sempre tem aquele piloteiro que é menos experiênte e menos interessado, mas confesso que foram bem profissionais até...

Uma pena mesmo...

Abraço...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Puxa, que decepção heim, um lugar tão caro, com uma equipe de funcionários mal treinados...Nunca fui na pousada itapará, mas depois do relatado aí pelo amigo...fiquei sem interesse em conhecer.  Outro ponto negativo que soube,  conversando com pessoas que foram p/ lá e disseram que só conseguiram pegar alguns açus  somente corricando com isca viva, que na artificial não saia nada, nem com reza...os tucunas de lá são preguiçosos igual aos piloteiros, só pegam na isca viva. rsrs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Saudações Elio,

 

  Sei que nada justifica gastar um bom dinheiro para realizar a pescaria dos sonhos e o mesmo ser completamente diferente do planejado.

  Você cita a desaprovação em relação aos piloteiros, não estou dizendo que esta é a causa OK? mas gostaria que você pensasse um pouco a respeito, estive no itapara no final de 2013 e bati um papo com o proprietário Milton Cardille, que provavelmente você também deve ter conhecido, ele me disse que uma das grande dificuldades dele era de conseguir mão de obra qualificada, uma vez que infelizmente grande parte das pessoas não querem mais trabalhar, que muitos recebem o bolsa família que é muito mais cômodo do que trabalhar o dia todo, então simplemente diziam pra que vou trabalhar se o governo me sustenta? Parece familiar não apenas com piloteiros, mas com boa parte dos "profissionais" e em outras áreas de trabalho?

 Veja que você estava no meio do nada, de fato conseguir mão de obra não é tarefa fácil, aliás conseguir qualquer coisa é difícil no meio do nada. O Itapará é um rio com algumas particularidades, e infelizmente não foge da regra da pescaria dos sonhos ser mais certa com o nível do Rio correto.

 Não sei em qual época você pescou e nem em relação ao nível ,eu pesquei com o Itapará marcando 3 metros, bem no início da temporada, e foi muito difícil. Mas na turma tinham pescadores experientes e outros nem tanto, alguns pescando com iscas naturais e outros como eu e meu parceiro 100% artificial com preferência na superfície (95% do tempo na superfície).

 Percebemos que a produtividade como dizem não é pior com artificial tanto é verdade que tivemos praticamente o mesmo número de capturas do que outras duplas. O rodízio de piloteiros como você disse e bem sabe é obrigatório, curiosamente peguei o meu melhor peixe com o piloteiro menos experiente, e um dos piores dias de pesca foi com o piloteiro mais experiente, o que quero dizer é que o resultado muitas vezes não depende do piloteiro e sim de você e do Rio.

 Fiz o pacote curto de 5 dias, até o quarto dia a pescaria foi de normal para difícil, mas no último dia tive o gosto de fato de pescar em um lugar mágico, com muita ação e peixes de bom porte, com 2 linhas estouradas e diversas porradas na superfície, o Itapará dos meus sonhos se mostrou apenas no último dia, para dar o gosto de quero mais...lamento que você não teve este gostinho, pois é o que todo pescador busca.

 

 

Abraços

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Puxa, que decepção heim, um lugar tão caro, com uma equipe de funcionários mal treinados...Nunca fui na pousada itapará, mas depois do relatado aí pelo amigo...fiquei sem interesse em conhecer.  Outro ponto negativo que soube,  conversando com pessoas que foram p/ lá e disseram que só conseguiram pegar alguns açus  somente corricando com isca viva, que na artificial não saia nada, nem com reza...os tucunas de lá são preguiçosos igual aos piloteiros, só pegam na isca viva. rsrs

 

Renato,

como disse, estive duas vezes no Rio Itapará, pesquei praticamente o tempo todo que estive lá com iscas artificiais de superfície, e posso garantir, principalmente da primeira vez que fui que peguei o Rio secando, tomei pancada de todos os lados.

Confesso que da segunda vez que fui, que peguei repiquete, as ações diminuiram bastante, mas ai creio que isso deva acontecer no geral na Amazônia.

 

Valeu amigo, grande abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é, Elio,

 

Estamos entrando por "desvios" daquilo que gostaríamos fosse algo mais consciente e profissional !  :choquei:

A dificuldade em arranjar e treinar mão de obra qualificada decorre basicamente do desinteresse (e ignorância - falta de cultura) dessas pessoas que "se qualificam" como piloteiros !

Na verdade eles conhecem o rio como poucos (isso é inquestionável), até por terem sido criados (muitos deles) nesses locais, mas a questão da "exemplificação" (coisa que deveria passar de pai para filho) somados aos atuais incentivos sociais ("bolsa-tudo"...), fazem com que o estímulo de buscar uma "melhoria" fique sempre num segundo plano !

Não tenho dúvidas que não se trata de "descaso" do dono da pousada ou de qualquer barco hotel, mas certamente de um procedimento (gestão) em torno da motivação desses indivíduos !

Não há empenho em nada que possa significar "qualidade", mas tão somente o "fazer por obrigação", e isso é exatamente o que qualquer pescador esportivo não suporta...

Por outro lado, existem situações inversas (felizmente), onde há motivação e interesse nos piloteiros não só de que "seu cliente" faça um ótima pescaria, mas que ele retorne com maiores gorjetas !

São por essas (e outras) que a pesquisa prévia do local de pesca, deve ser cada vez mais planejada e verificada !

Saber de quem já foi no local, quais os pontos positivos e negativos é sempre importante !

Melhor sorte da próxima vez, ou na próxima pescaria !  ::fishing

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito complicado isso. O pior é que no site da pousada está escrito "guias preparados". Você fica meses planejando e sonhando com a pescaria, paga uma fortuna, chega lá e tem um serviço tão ruim como o que o Elio citou, realmente decepcionante. Uma vez meu tio e amigos, pescando no Rio Miranda em MS, passaram momentos de pavor com um piloteiro apressado e inexperiente. Estavam subindo o rio quando bateram numa pedra e o barco virou, a sorte é que estavam de colete, o local era meio raso e ninguém se afogou, mas se machucaram e perderam praticamente todo material de pesca, recuperaram umas varas somente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Todos nós estamos sujeitos a isso...infelizmente ! No Araguaia já tive problemas com a falta de profissionalismo dos piloteiros também ... deviam ir fazer umas aulas com alguns operadores da AM, o pessoal do Angatú , principalmente o Mirim , dão show neste aspecto ! abç

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

os piloteiros de SIRN E BARCELOS que eu ja pesquei, sao totalmente diferenciados e super profissionais...  ESSES SIM SAO GUIAS DE PESCA

nao da nem para comparar com os piloteiros de outras regioes, pelo menos os que eu pesquei... os caras sao top demais...

quando vou pescar em outro lugar, eu sempre fica dando umas dicas para os piloteiros, aprenderem mais, e ser mais focado no trabalho

claro que alguns aprendem, e outros acham ruim, mais sempre fasso questao de falar algo que possa ser util para a pescaria

tem pingoleiro que sao totalmente despreparados...  DEPOIS QUE A PESSOA CONHECE SIRN OU BARCELOS, FICA MAU ACOSTUMADO SRSRS

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

PERFEITA sua colocação FABIANO,ja´pesquei em alguns locais pelo Brasil e vou te falar ,Serra da Mesa tem bons piloteiros ,Lago do Peixe também,mas Barcelos sim tem bons profissionais!Ano passado fui pescar em uma pousada na Amazônia que brincadeira não ,teve gente que no terceiro dia de pesca estava ligando pra fretar avião para voltar e ir para Barcelos!!Não conseguiram mas a insatisfação em todos os serviços da pousada foram incríveis.Piloteiro não tinha a menor noção de condução da pescaria ,nós é que orientávamos ,gerente totalmente alheio as solicitações básicas , nem bom dia recebíamos,comida muito ruim,comi arroz com ovo todos os dias à noite para me alimentar,foi realmente o maior programa de INDIO do século.

Não quero me alongar mais ,o que penso é que se os PROPRIETÁRIOS NÃO FOCAREM EM TREINAMENTO E PROFISSIONALIZAÇÃO DE TODOS OS FUNCIONÁRIOS DA CADEIA DE TURISMO DE PESCA AINDA VAMOS QUEBRAR A CARA MUITAS VEZES!!

Os PROPRIETÁRIOS são os responsáveis ,eles querem vender os pacotes então treinem a suas equipes!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que existe diferentes piloteiros dentro de uma mesma estrutura de pesca. Por esta razão muitos clientes reservam os melhores piloteiros. E convenhamos, desconheço curso preparatório para piloteiros. O que existe em alguns locais é que eles dão algumas instruções, como no Rancho do Kojak que os piloteiros são probidos de pescar. No máximo eles podem usar uma isca de superfície sem garateias para levantar o peixe e ajudar o turista.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essa passagem com piloteiro é clássica mesmo , normalmente eles pescam com iscas tipo xuxinha e acabam por atrapalhar a vida do pescador , eu mesmo já me deparei com alguns muito ruins a solução ao fim do dia foi comunicar o proprietário que na falta de troca para o próximo dia não sairia para pescar e acabou acontecendo ele trocou o piloteiro que por incrível que pareça conseguiu ser pior que o primeiro, isso realmente desanima qualquer um .

Curso nunca ouvi falar como o Augusto falou acima , muitos deles nem sequer podem pilotar o barco.

Mas é aquilo , quando volto a algum lugar conhecido anteriormente já peço os que conheço e são bons do mais é torcer para ele estar de bom humor no dia né .

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já vi algum vídeo, há muito tempo, do Rubinho (faz tanto tempo que nem tenho mais certeza se era ele mesmo...) fazendo curso para piloteiros.

 

E, se não me falha a memória, tem algum programa da FishTV sobre o assunto, acho que acompanhando o curso em uma pousada em SP, mas não sei quem estava ministrando.

 

Fato é que há algumas pessoas capacitadas para fazer estes treinamentos, mas são (os que conheço) operadores de pesca, fazem apenas para suas equipes, o que, certamente, é um dos fatores responsáveis por agendas tão disputadas em suas operações.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É, realmente, tem piloteiro ruim em todo lugar.

Mesmo lá em  Barcelos, já tivemos problemas, com piloteiro sempre lembrando a gente que na última pescaria com os americanos havia ganhado 500 dólares de gorjeta.

Pra ser bem claro, pilotar barco é uma arte e só se aprende pilotando. Na Amazônia, de um modo geral, os piloteiros são nascidos na região e pilotar pra eles é brincadeira. 

O detalhe é que o equipamento chamado "Colete Salva Vidas" na visão deles não é necessário, já que não vão afundar. Às vezes eu tinha que insistir pra levar o colete.

 

Tem ainda, os amigos que oferecem um incentivo ($$$$$$) para que o piloteiro se esforce  mais. Normalmente, funciona. Aconteceu comigo. No primeiro dia falei: para Tucunaré acima de 10 kg meu piloteiro tem 100,00. Alguém retrucou: só Tucunaré? Eu respondi: não, vale também para Piraíba. Não deu outra: 1 Tucuna de 23 lbs e uma Piraíba de 1.70 m. É errado? Acho que não, vai da disponibilidade de cada um.

 

Desta vez vou levar uns 500,00, de repente........

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

boa noite !!!

Vou contar como foi minha pescaria no Itapará, em janeiro de 2015 ( não vou comparar com outras pescarias na amazônia pois esta foi a unica que fiz ok)

não sei quantos peixes costumam pegar nos outros lugares e o tamanho dos exemplares !!!!!

Pois conheço pessoas que foram mais de uma vez pra amazônia e não conseguiram pegar seu tão sonhado troféu  ::tudo::

Fiz um pacote de 5 dias de pesca, sendo que no primeiro dia vc começa a pescar umas 10/11 horas da manhã ( então na verdade são 4 dias e meio )

arrow:: nesses 5 dias eu e meu parceiro de pesca, pegamos 22 tucunarés "GRANDES" ( Dez de 7 a 8,5 kg e doze de 5,5 a 7 kg ) infelizmente não medi os bocudos.

foram pegos: 7 deles na high roller 5,25/2 na caribe lures / 6 na t20 / zig zara / yo zuri 13 cm/ biruta 110 

apesar de dizerem ser uma ótima isca pra amazônia não peguei nenhum na perversa e no jig

saiu muitos pequenos tbm e muita traíra no popper  

realmente alguns piloteiros não são bem preparados ,mais tem uns que são tops ( como Luciano , Dedé , Pelado )

não sei se acertamos a época ,mais acho que fizemos uma boa pescaria (apesar de que me falaram que não estava muito bom ,pq os peixes estavam manhosos ) !!! 

nesta pescaria que fiz, conheci um médico que já tinha ido 7 vezes pra lá ( e ele me contou que só errou uma pescaria ) não que ele não tenha pego peixe ,mais que ele teve que apelar pra isca viva pra pegar os grandes tucunarés .

O atendimento do pessoal da organização (juliana ) e da cozinha ::tudo:: nota mil 

infelizmente : piloteiros sempre tem os ::nada:: fracos,  por isso acho interessante o rodizio ( já pensou vc com um desses :choquei: todos os dias )

o interessante que o piloteiro que foi bom pra mim ,não era o melhor para os outros do grupo ( mais entendo sua frustração ou indignação) pois no primeiro dia senti isso também com um dos piloteiros (não que fui mal tratado e sim pela falta de entusiasmo ou parceria ,dicas ,etc ) .   

 

 espero um dia conhecer outros lugares.....um grande abraço :amigo:  

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois então João,

arrow:: Esse esquema que busca recompensar a quem produz (meritocracia) é talvez a melhor forma de se incentivar o trabalho dos piloteiros !

arrow:: Nós (Mocorongos) temos alguns hábitos agregados ao longo dos anos e pescarias, que funcionam relativamente bem !

arrow:: No caso das gratificações, todos os piloteiros que usamos recebem um valor básico, independentemente do que tiverem feito (estou me referindo a serviços de piloteiro). Com pescamos com rodízio dos piloteiros, praticamente todos passam / pescam por todos, podendo então no final da pescaria eleger (em voto aberto dentro do Grupo) os dois que melhor o satisfizeram no ofício !

arrow:: O somatório dos dois mais eficientes (na visão dos que neles votaram) recebem um adicional (quase dobram o valor).

arrow:: Isso tudo é dito a eles no início da pescaria (como repetimos sempre o Angatu, os caras já conhecem...).  :gorfei:

arrow:: Também é nossa prática estipular prêmios adicionais por troféus embarcados, ou seja, tucunarés acima de 8 quilos já recebem um "abono" do pescador que o embarcou (direto sem contestação). Os tucunas de dois dígitos também tem regalia, pois seu abono é superior (naturalmente) - estamos falando em valor máximo agregado de R$ 100,00.

arrow:: No caso dos peixes de couro, a contagem inicial é com peixes de 30 quilos ! Regalia para acima dos de 50 quilos !

arrow:: Por fim, e para evitar e valorizar os trabalhos de apoio, todos os integrantes a bordo são gratificados (valor um pouco inferior ao dos piloteiros) e escolhemos dentre eles, aquele que mais se destacou, merecendo também um agregado adicional (similar ao dos melhores piloteiros). Nesse concorrem todos, do prático à cozinheira, com arrumadeira, auxiliar de bordo, etc... (exceto os piloteiros). O voto é aberto e feito por maioria ! Tem funcionado muito bem, e evita aquela competição (ou expectativa) entre os piloteiros ficarem como fixos aos clientes ! Eles passam a trabalhar com olho no prêmio !    ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então pessoal acho bastante polêmico o tema : dinheiro x peixe grande ?! pagar ou não... como comentou seu João, ele paga , e temos outros que estimulam seus piloteiros assim, mas não concordo com este método, acho que já gastamos pequenas fortunas nestas viagens e acho que a gorjeta para TODA a tripulação deve ser estimulada, mas deve ser igual, sem distinção. Parto do seguinte princípio :  sem o prático como o piloteiro vai levantar o peixe de 20 lbs, sem a cozinheira como vamos ter energia para levantar o peixe , sem os outros piloteiros , informações , ajuda...enfim tudo funciona como uma engrenagem, se bem ajustada deve ser valorizada , se apresentar mal funcionamento deve ser corrigida ( e penalizada) sem a gorjeta ! simples !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo Renato Abreu,

 

Respeito seu ponto de vista - antes de minhas ponderações !

 

arrow:: Você sabia que a equipe de apoio (piloteiros e assistentes) tem seus ganhos computados com as gorjetas ?

Deixa eu explicar melhor ! O fixo dessas pessoas é um valor mínimo de ganho, o suficiente (muitas vezes) para quitar os adiantamentos pré-realizados em épocas em que não há pescaria !

A grande maioria (senão a totalidade) conta com esse "reforço" chamado gorjeta, que é algo praticamente instituído em todos os lugares...

Concordo com você que o prêmio é para A EQUIPE, e como tal, ela deve ser remunerada, mas é também preciso distinguir (de forma transparente) aqueles que mais se destacaram, sendo portanto um mérito a ser reconhecido ! Isso pode ser feito por opinião direta dos clientes (nada impede, desde que com um critério estabelecido), e/ou através de capturas de "peixes troféus" !

Veja que não estou segregando quem quer que seja, mas realçando o fato de que embarcar um troféu pode gerar um ganho adicional ! Pegar / encontrar ou não o troféu passa ser de interesse de pescador e piloteiro ! Pela incidência de peixes na magnitude mencionada, são muito poucos que surgem, e lhe garanto que posar com um troféu desses vale bem mais que esse agrado ao piloteiro !

arrow:: Ressalvo que também para a equipe de apoio pode (e deve) ser feita igual aferição, afinal existem itens de ouro ao retornarmos de um dia cansativo, não...  alegre::

Enfim, não quero polemizar, mas apenas deixar claro que a "renda" dessas pessoas na temporada de pesca (principalmente onde existem épocas distintas) depende dessas "gorjetas"...  suici::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eu sempre ja dou a gorjeta normal, e falo 100rs p cada tucuna acima de 10kg

so que nunca gastei esse dinheiro, estou doido p gastar ele ja tem tempo rsrsrsrsrss, e levo sempre uns 1000rs, p dar de gorjeta, pois ofereço 100rs por cada um embarcado...

so o FABRICIO me levando la naquela lugar daquela pescaria de 2007 p mim gastar esses 1000rs de gorjeta... ahahahaa

gostei dessa sua ideia KID, VOU PROPOR ASSIM PARA A TURMA NA MINHA PESCARIA EM BREVE

sempre fasso questao de dar a gorjeta p toda tripulaçao... afinal como vc bem falou, eles contam com esse dim, pois o que eles ganham realmente e muito pouco, e sempre dou tambem alguns brindes, oculos de sol, camisa de pesca, chapeu... e noto que  eles se esforçam muito para mim tirar os trofeus  ehhehehee

esse ano estou animado para entrar para a galeria de AÇUS ACIMA DE 10KG, BOGA ORIGINAL CLARO...

PAPAI DO CEU, ME DAR ESSE PRESENTE  , QUE SONHO COM ELE SEMPRE

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo Fabiano,

 

arrow:: Esse tipo de ação rende muito mais quando é feita de forma organizada !  palmas::

arrow:: Leve impressa a tabela de gratificação por peixe (claro que os que geram premiação) e a prenda no local de embarque dos botes para que fique a vista de todos !  ::fishing

arrow:: A depender do tamanho da turma, faça a coleta previamente e leve a grana já separada e envelopada (simplifica bastante).

arrow:: Premiação adicional dependerá exclusivamente do sucesso da pescaria, logo, o "din din" fica entocado (levar já trocado...).  alegre::

arrow:: Não "mande entregar", faça uma reunião com todos e distribua as gorjetas enaltecendo aqueles que fizeram por merecer mais !  mestre::

arrow:: Com as regras previamente definidas, não há porque haver queixas ! Eles se sentirão valorizados de forma diferente !  palmas::

 

arrow:: E quanto ao de "dois dígitos", quando você menos esperar, a encrenca estará na ponta da sua linha... Boa pescaria ! :amigo:  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 Muito chato mesmo , pagar uma fortuna desta e ser mal atendido , esta pescaria é sonho da maioria por aqui, posso até entender não pegar o peixe , mas piloteiro vagabundo não dá , seria bom que estas mensagens chegasse ao proprietário da pousada , já fui em locais muito simples e via as pessoas se esmerando para agradar, com a grana que eles ganham dá para bem os funcionários e atender bem .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×