Ir para conteúdo

JCKruel

Membro
  • Total de itens

    836
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    18

Histórico de Reputação

  1. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de Cristiano Rochinha em COVID19 - Goiás - Pesca proibida novamente - Maio 2020.   
    Aparentemente houve sim a intenção de proibir, mas não chegou a ser publicada no diário oficial...
    As reações foram muito grandes e o governador mandou a festa acabar. Vejam abaixo:
     
    “Não houve essa possibilidade e não houve texto divulgado pela secretaria nem pelo governo”, alega a assessoria
    Um texto atribuído a secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), que falava sobre uma decisão do governo em proibir a pesca em Goiás por tempo indeterminado, vazou na segunda-feira (18), para imprensa. No texto referia a uma portaria de número 79/2020 e que não foi negada pela Assessoria de Comunicação da própria SEMAD e nem do governo.
    A divulgação da portaria por vários meios de comunicação só veio a ser esclarecida e negada pelo próprio governador Ronaldo Caiado (DEM). Em uma live na segunda-feira (18), respondeu à pergunta da prefeita de São Miguel do Araguaia, Azaide Donizetti Borges (PSC) que não havia decreto sobre esse tipo de proibição.
    O texto chegou à equipe do Repórter Independente, com declarações da secretária e detalhes técnicos da medida que seria tomada. A reportagem tentou por várias meios, telefônico e eletrônico, averiguar a autenticidade do texto, mas não houve nenhuma manifestação do governo até a divulgação do texto. O que apuramos é que houve forte pressão de prefeitos da região do Rio Araguaia e de deputados estaduais, o que teria feito o governo demover do decreto que seria publicado.
    O governo diz sequer estuda essa possibilidade e nega também ter havido qualquer pressão relacionada ao tema. “A Piracema, época que a pesca é suspensa, já terminou”.
      Foto: Divulgação SOBRE O DOCUMENTO
    O documento, que chegou a ser divulgado pela imprensa, afirmava que havia sido determinado, por meio de portaria assinada pela secretária Andréa Vulcanis, a proibição da pesca, com intuito de evitar aglomerações [por causa do novo coronavírus]. Era vedado, ainda, o trânsito de embarcações fluviais, com as finalidades de esporte, lazer e pesca, em todas as bacias hidrográficas do Estado.
    Durante a live do governador Ronaldo Caiado, também na segunda-feira, a prefeita Azaide Donizetti Borges (PSC), de São Miguel do Araguaia, questionou sobre a proibição. O gestor estadual afirmou que o Rio Araguaia era de competência federal e que ela não precisava se preocupar. “Ela [a portaria] não existe. O rio é federal. Não está na minha gestão”, resumiu o democrata ao responder à prefeita, que questionava a veracidade do texto.
  2. Like
    JCKruel recebeu reputação de João Paulo da Silva Gomes em COVID19 - Goiás - Pesca proibida novamente - Maio 2020.   
    Pois é...
     
    Depois que o STF autorizou os estados e as prefeituras a legislar concorrentemente com a União, creio que o nosso País conseguiu se tornar mais difícil ainda de ser governado,,,
     
    Aliás, caminhamos para situações inacreditáveis no que se refere a gestão pública e, em minha modesta opinião, mesmo após a pandemia veremos a tentativa da perpetuação dos abusos de governadores e prefeitos, brasis afora, por um longo tempo!!
     
    Vocês podem ficar se perguntando por qual motivo manifesto opinião tão desabonadora em relação aos poderes executivos estaduais e municipais e eu responderia dizendo que o momento retrata com exatidão a cultura e o despreparo dos gestores públicos, alguns analfabetos de fato e outros analfabetos funcionais de longa data. Sequer busco ou nomeio culpados, pois estou convicto de que a culpa nos cabe por termos elegidos uma trupe despreparada até para dançar, quanto mais para governar alguma coisa,
     
    É que a oportunidade de legislar (proibir/determinar) sobe a cabeça de uma forma tão brutal neste desavisados. que não importa mais se direitos individuais estão sendo arrancados da constituição, se a barbárie tenha se institucionalizado a partir do Supremo, onde alguns togados já tenham a convicção que viraram deuses, mesmo expondo a sociedade a possibilidade da utilização do art. 142, porque algumas atitudes extrapolam não só a formação jurídica dos doutos mas a qualquer ato de bom senso que preserve a independência dos poderes. A conferir, mas creio que a próxima será a ultima pois o Brasil não aguenta mais estas interferências indevidas!!
     
    Fiz esta breve introdução para que pudéssemos refletir  sobre a conveniência e a oportunidade da edição da portaria 79/2020 e verificar se ela tem fundamento técnico/científico ou se é mais uma pirotecnia  de um secretariado que eventualmente adota uma postura ditatorial. De antemão deixo claro que não tenho absolutamente nada pessoal contra a secretária do meio ambiente de Goiás, que por sinal tem prestado bons serviços à área ambiental do estado de Goiás!
     
    Então, no que se refere aos aspectos sanitários de proteção às populações ribeirinhas considero uma preocupação louvável do poder executivo goiano, posto que conhecendo como conheço a realidade dos municípios ribeirinhos é inegável que nenhum tem condições de enfrentar contaminações pelo covid 19 em larga escala, pois a rede hospitalar municipal de tais municípios não está preparada para exercer tal controle e amparar os necessitados. 
     
    O problema é que não é da competência da secretaria de Meio Ambiente tomar decisões de saúde pública até porque não tem conhecimento científico para adotar normas  de controle de epidemias (que dirá de pandemias), pois salvo melhor juízo tais ações devem emanar do Secretario de Saúde ou do próprio governador que é médico!!!
     
    Por vezes. a secretária Vulcanis na ânsia de bem servir a sociedade, toma atitudes vulcânicas onde atropela normas federais desconsiderando a superveniência das leis (passou a legislar em bacias hidrográficas federais) e até revoga o art, 5º da CF88 onde proíbe o transito de embarcações, o direito inalienável de ir e vir, e o faz por tempo indeterminado  num momento em que a sociedade, empresas, trade do turismo, alguns estados e municípios buscam desesperadamente alternativas  para tirar o país da epidemia econômica que além de botar a nação de joelhos poderá provocar um caos tamanho, com o risco de nos levar a uma convulsão social causada pela fome!
     
    Creio que o momento é de uma profunda reflexão, da busca do entendimento (consulta aos prefeitos?) vereadores, deputados estaduais que tem sua base eleitoral nestes municípios, e sociedade organizada,  para que possamos adotar, se for o caso. medidas desagradáveis mas capazes de evitar num futuro próximo a adoção compulsória de medidas desastrosas  capazes de levar a nação a consequências imprevisíveis.
     
    Ando meio adoentado, me recuperando de uma brutal cirurgia de câncer na próstata, com uma consequente infecção hospitalar por uma superbactéria que não morre com antibiótico nenhum e com uma herança de duas hérnias que terei que operar após a pandemia.  Como estou isolado desde dezembro perdoem a aridez do texto, alguma frase inapropriada pois minha intenção é contribuir para que vocês não percam a cidadania que sempre os homens livres exerceram aqui no FTB,
     
    Um grande e afetuoso abraço
     
    Kruel
  3. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de Cristiano Rochinha em COVID19 - Goiás - Pesca proibida novamente - Maio 2020.   
    Pois é...
     
    Depois que o STF autorizou os estados e as prefeituras a legislar concorrentemente com a União, creio que o nosso País conseguiu se tornar mais difícil ainda de ser governado,,,
     
    Aliás, caminhamos para situações inacreditáveis no que se refere a gestão pública e, em minha modesta opinião, mesmo após a pandemia veremos a tentativa da perpetuação dos abusos de governadores e prefeitos, brasis afora, por um longo tempo!!
     
    Vocês podem ficar se perguntando por qual motivo manifesto opinião tão desabonadora em relação aos poderes executivos estaduais e municipais e eu responderia dizendo que o momento retrata com exatidão a cultura e o despreparo dos gestores públicos, alguns analfabetos de fato e outros analfabetos funcionais de longa data. Sequer busco ou nomeio culpados, pois estou convicto de que a culpa nos cabe por termos elegidos uma trupe despreparada até para dançar, quanto mais para governar alguma coisa,
     
    É que a oportunidade de legislar (proibir/determinar) sobe a cabeça de uma forma tão brutal neste desavisados. que não importa mais se direitos individuais estão sendo arrancados da constituição, se a barbárie tenha se institucionalizado a partir do Supremo, onde alguns togados já tenham a convicção que viraram deuses, mesmo expondo a sociedade a possibilidade da utilização do art. 142, porque algumas atitudes extrapolam não só a formação jurídica dos doutos mas a qualquer ato de bom senso que preserve a independência dos poderes. A conferir, mas creio que a próxima será a ultima pois o Brasil não aguenta mais estas interferências indevidas!!
     
    Fiz esta breve introdução para que pudéssemos refletir  sobre a conveniência e a oportunidade da edição da portaria 79/2020 e verificar se ela tem fundamento técnico/científico ou se é mais uma pirotecnia  de um secretariado que eventualmente adota uma postura ditatorial. De antemão deixo claro que não tenho absolutamente nada pessoal contra a secretária do meio ambiente de Goiás, que por sinal tem prestado bons serviços à área ambiental do estado de Goiás!
     
    Então, no que se refere aos aspectos sanitários de proteção às populações ribeirinhas considero uma preocupação louvável do poder executivo goiano, posto que conhecendo como conheço a realidade dos municípios ribeirinhos é inegável que nenhum tem condições de enfrentar contaminações pelo covid 19 em larga escala, pois a rede hospitalar municipal de tais municípios não está preparada para exercer tal controle e amparar os necessitados. 
     
    O problema é que não é da competência da secretaria de Meio Ambiente tomar decisões de saúde pública até porque não tem conhecimento científico para adotar normas  de controle de epidemias (que dirá de pandemias), pois salvo melhor juízo tais ações devem emanar do Secretario de Saúde ou do próprio governador que é médico!!!
     
    Por vezes. a secretária Vulcanis na ânsia de bem servir a sociedade, toma atitudes vulcânicas onde atropela normas federais desconsiderando a superveniência das leis (passou a legislar em bacias hidrográficas federais) e até revoga o art, 5º da CF88 onde proíbe o transito de embarcações, o direito inalienável de ir e vir, e o faz por tempo indeterminado  num momento em que a sociedade, empresas, trade do turismo, alguns estados e municípios buscam desesperadamente alternativas  para tirar o país da epidemia econômica que além de botar a nação de joelhos poderá provocar um caos tamanho, com o risco de nos levar a uma convulsão social causada pela fome!
     
    Creio que o momento é de uma profunda reflexão, da busca do entendimento (consulta aos prefeitos?) vereadores, deputados estaduais que tem sua base eleitoral nestes municípios, e sociedade organizada,  para que possamos adotar, se for o caso. medidas desagradáveis mas capazes de evitar num futuro próximo a adoção compulsória de medidas desastrosas  capazes de levar a nação a consequências imprevisíveis.
     
    Ando meio adoentado, me recuperando de uma brutal cirurgia de câncer na próstata, com uma consequente infecção hospitalar por uma superbactéria que não morre com antibiótico nenhum e com uma herança de duas hérnias que terei que operar após a pandemia.  Como estou isolado desde dezembro perdoem a aridez do texto, alguma frase inapropriada pois minha intenção é contribuir para que vocês não percam a cidadania que sempre os homens livres exerceram aqui no FTB,
     
    Um grande e afetuoso abraço
     
    Kruel
  4. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de MatheusGirardelli em COVID19 - Goiás - Pesca proibida novamente - Maio 2020.   
    Pois é...
     
    Depois que o STF autorizou os estados e as prefeituras a legislar concorrentemente com a União, creio que o nosso País conseguiu se tornar mais difícil ainda de ser governado,,,
     
    Aliás, caminhamos para situações inacreditáveis no que se refere a gestão pública e, em minha modesta opinião, mesmo após a pandemia veremos a tentativa da perpetuação dos abusos de governadores e prefeitos, brasis afora, por um longo tempo!!
     
    Vocês podem ficar se perguntando por qual motivo manifesto opinião tão desabonadora em relação aos poderes executivos estaduais e municipais e eu responderia dizendo que o momento retrata com exatidão a cultura e o despreparo dos gestores públicos, alguns analfabetos de fato e outros analfabetos funcionais de longa data. Sequer busco ou nomeio culpados, pois estou convicto de que a culpa nos cabe por termos elegidos uma trupe despreparada até para dançar, quanto mais para governar alguma coisa,
     
    É que a oportunidade de legislar (proibir/determinar) sobe a cabeça de uma forma tão brutal neste desavisados. que não importa mais se direitos individuais estão sendo arrancados da constituição, se a barbárie tenha se institucionalizado a partir do Supremo, onde alguns togados já tenham a convicção que viraram deuses, mesmo expondo a sociedade a possibilidade da utilização do art. 142, porque algumas atitudes extrapolam não só a formação jurídica dos doutos mas a qualquer ato de bom senso que preserve a independência dos poderes. A conferir, mas creio que a próxima será a ultima pois o Brasil não aguenta mais estas interferências indevidas!!
     
    Fiz esta breve introdução para que pudéssemos refletir  sobre a conveniência e a oportunidade da edição da portaria 79/2020 e verificar se ela tem fundamento técnico/científico ou se é mais uma pirotecnia  de um secretariado que eventualmente adota uma postura ditatorial. De antemão deixo claro que não tenho absolutamente nada pessoal contra a secretária do meio ambiente de Goiás, que por sinal tem prestado bons serviços à área ambiental do estado de Goiás!
     
    Então, no que se refere aos aspectos sanitários de proteção às populações ribeirinhas considero uma preocupação louvável do poder executivo goiano, posto que conhecendo como conheço a realidade dos municípios ribeirinhos é inegável que nenhum tem condições de enfrentar contaminações pelo covid 19 em larga escala, pois a rede hospitalar municipal de tais municípios não está preparada para exercer tal controle e amparar os necessitados. 
     
    O problema é que não é da competência da secretaria de Meio Ambiente tomar decisões de saúde pública até porque não tem conhecimento científico para adotar normas  de controle de epidemias (que dirá de pandemias), pois salvo melhor juízo tais ações devem emanar do Secretario de Saúde ou do próprio governador que é médico!!!
     
    Por vezes. a secretária Vulcanis na ânsia de bem servir a sociedade, toma atitudes vulcânicas onde atropela normas federais desconsiderando a superveniência das leis (passou a legislar em bacias hidrográficas federais) e até revoga o art, 5º da CF88 onde proíbe o transito de embarcações, o direito inalienável de ir e vir, e o faz por tempo indeterminado  num momento em que a sociedade, empresas, trade do turismo, alguns estados e municípios buscam desesperadamente alternativas  para tirar o país da epidemia econômica que além de botar a nação de joelhos poderá provocar um caos tamanho, com o risco de nos levar a uma convulsão social causada pela fome!
     
    Creio que o momento é de uma profunda reflexão, da busca do entendimento (consulta aos prefeitos?) vereadores, deputados estaduais que tem sua base eleitoral nestes municípios, e sociedade organizada,  para que possamos adotar, se for o caso. medidas desagradáveis mas capazes de evitar num futuro próximo a adoção compulsória de medidas desastrosas  capazes de levar a nação a consequências imprevisíveis.
     
    Ando meio adoentado, me recuperando de uma brutal cirurgia de câncer na próstata, com uma consequente infecção hospitalar por uma superbactéria que não morre com antibiótico nenhum e com uma herança de duas hérnias que terei que operar após a pandemia.  Como estou isolado desde dezembro perdoem a aridez do texto, alguma frase inapropriada pois minha intenção é contribuir para que vocês não percam a cidadania que sempre os homens livres exerceram aqui no FTB,
     
    Um grande e afetuoso abraço
     
    Kruel
  5. Like
    JCKruel recebeu reputação de Artur Lucena em SERÁ QUE A VELHICE CHEGOU   
    Bah tche!!
     
    Ta precisando aumentar a turma do Pé na Cova (PNC) urgentemente!!!
     
    Daí fechamos a pousada ou lotamos o barco hotel só com a velha guarda que não tem som nem musica ruim.
     
    De quebra, se tiver algum mais novinho damos uma aulinha de pesca.... kkkkk
     
    abração 
  6. Like
    JCKruel recebeu reputação de Henrique Rossini em Ajuda com as Melhores Multifilamentos   
    Henrique,
     
    Perdoe por eu pegar carona no teu post... Mas é que fico interessado em entender por que resolvemos pagar mais por marcas conhecidas (sempre fiz isso) , embora tenha convicção de que estes multifilamentos mais conhecidos estão sendo falsificados sem dó nem piedade! 😊
    Cansado de comprar mal (falsificadas) ou muito caro, passei a visitar o Ali Baba e me deparei com uma infinidade de ofertas de multifilamentos, inclusive com opções pra lá de variadas: 4 x, 8 x, 9 x, 12, x e por último 16 x sendo que em média aumentam a resistência 10% a cada mudança de X...
    Nem preciso falar em preços porque eles custam 1/3 do que cobram pelos famosos com carretéis de 300 a 2.000 metros.
    Comprei, experimentei, usei para peixes grandes e pequenos, tirei todos sem problemas e acredite, elas atenderam minhas expectativas!
    um abração
    Kruel
     
  7. Like
    JCKruel recebeu reputação de Breno Rabelo Carneiro em LIBERADA A PESCA ESPORTIVA 12 MESES POR ANO EM GOIÁS   
    Pois é companheiros!
     
    Depois de muita mídia, entrevistas etc sobre a IN 02 da SEMAD que regulamentou a pesca na piracema em Goiás venho informar que a Secretária de Meio Ambiente Andrea Vulcanis , atendendo as ponderações da cadeia produtiva da pesca (lojas, pousadas, associações de pesca, guias) concordou em rever  a IN e ouvida a área técnica do órgão, revogou o inciso I do art.9 proporcionando que os pescadores esportivos possam pescar 12 meses por ano em Goiás!
    E´uma conquista que vai envolver muita responsabilidade por parte dos usuários dos rios e reservatórios....
    Para começar quero lembrar que a pesca esportiva em Goiás está regulamentada em lei e, como consequência, é imprescindível que para pescar na piracema que os interessados tirem a licença de pesca esportiva no site da SEMAD.
    Vem algumas novidades por aí, inclusive um aplicativo sensacional para os pescadores que na minha opinião trará enorme benefícios a quem se utilizar dele! Vou conversar com o Fabricio, colocar ele em contato com o autor desta maravilha (ele é de BSB- Carlos Pesque Já) e ver como poderá ser disponibilizado aqui no site FBT. 
    Que quiser contribuir com a pesca esportiva, em vez de ficar reclamando,  poderá contribuir com denuncias  de infrações ou de crimes ambientais! E´a sociedade que não pergunta o que o governo poderá fazer por ela, mas o que faremos para contribuir com o governo (sem ideologias). Mas a ferramenta vai para auxiliar (muito) nas pescarias e é exponencial que significa que pode ser usada em qualquer rio, reservatório, mar ou no exterior (qualquer país) e para quem pode pescar no Alasca e outras paradas mais $$$
    Esta conquista devemos especialmente a três pessoas:  vereador Gustavo Cruvinel ( pres. da comissão de meio ambiente), que abriu as portas para falarmos com o governador e o vice, ao Engº Ambiental Marco Minami e ao Ademir (viver Pesca) que conduziram de forma brilhante uma negociação difícil, sem atritos, confusões ou mal entendidos. Parabéns aos três!!!
     
    abração a todos
     
  8. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de Cristiano Rochinha em LIBERADA A PESCA ESPORTIVA 12 MESES POR ANO EM GOIÁS   
    Pois é companheiros!
     
    Depois de muita mídia, entrevistas etc sobre a IN 02 da SEMAD que regulamentou a pesca na piracema em Goiás venho informar que a Secretária de Meio Ambiente Andrea Vulcanis , atendendo as ponderações da cadeia produtiva da pesca (lojas, pousadas, associações de pesca, guias) concordou em rever  a IN e ouvida a área técnica do órgão, revogou o inciso I do art.9 proporcionando que os pescadores esportivos possam pescar 12 meses por ano em Goiás!
    E´uma conquista que vai envolver muita responsabilidade por parte dos usuários dos rios e reservatórios....
    Para começar quero lembrar que a pesca esportiva em Goiás está regulamentada em lei e, como consequência, é imprescindível que para pescar na piracema que os interessados tirem a licença de pesca esportiva no site da SEMAD.
    Vem algumas novidades por aí, inclusive um aplicativo sensacional para os pescadores que na minha opinião trará enorme benefícios a quem se utilizar dele! Vou conversar com o Fabricio, colocar ele em contato com o autor desta maravilha (ele é de BSB- Carlos Pesque Já) e ver como poderá ser disponibilizado aqui no site FBT. 
    Que quiser contribuir com a pesca esportiva, em vez de ficar reclamando,  poderá contribuir com denuncias  de infrações ou de crimes ambientais! E´a sociedade que não pergunta o que o governo poderá fazer por ela, mas o que faremos para contribuir com o governo (sem ideologias). Mas a ferramenta vai para auxiliar (muito) nas pescarias e é exponencial que significa que pode ser usada em qualquer rio, reservatório, mar ou no exterior (qualquer país) e para quem pode pescar no Alasca e outras paradas mais $$$
    Esta conquista devemos especialmente a três pessoas:  vereador Gustavo Cruvinel ( pres. da comissão de meio ambiente), que abriu as portas para falarmos com o governador e o vice, ao Engº Ambiental Marco Minami e ao Ademir (viver Pesca) que conduziram de forma brilhante uma negociação difícil, sem atritos, confusões ou mal entendidos. Parabéns aos três!!!
     
    abração a todos
     
  9. Thanks
    JCKruel deu reputação a Angelo Roberto em SERÁ QUE A VELHICE CHEGOU   
    kkkkkkkk Bravo JCK, Uma vez passou, desta não.
    Temos um grupo no wz e vsa esta convidado (Só me passar o fone no pvt), é pequeno (17) mas escolhido a dedo (rs).
    Fazemos em média 02 pescarias juntos por ano, voltamos há 15 dias do Uatumã e já temos outra programada para março
    no rio Paraná em busca dos valentes Dourados e da honorável Piracanjuba.
     
     
     
  10. Like
    JCKruel deu reputação a Cristiano Rochinha em GRANDE E PARDO,OS RIOS MAIS VALENTES QUE CONHEÇO   
    Estarei lá entre dos dias 20 e 23....Quem sabe tomamos uma cervejada por lá...Abraços!
  11. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de Cristiano Rochinha em Proibição da pesca em SIRN   
    Bah!!!
     
    Ainda há muito que ser dito e mais ainda: há muita coisa a ser esclarecida...
     
    Que tipo de solução podemos esperar???  As que passariam pelo crivo da legalidade ou todas estas que derivam de "jeitinhos" sabidamente ilegais??? O rio é Negro, mas não é preciso que tenhamos que conviver com um mar de lama!
     
    Mas vou esperar mais um pouquinho, pois sempre surgem informações valiosas que ajudam a compor um cenário mais atual do que acontece na bacia  do Rio Negro! 
     
    Da forma habitual, com que todos agem, é quase impossível encontrar uma solução que contemple a segurança jurídica, tanto para os operadores quanto aos usuários (pescadores)! Entretanto existe alternativas para pelo menos discutir os problemas e avançar nas soluções, desde que o governo fique fora já que até hoje nada fez nem produziu a favor da sociedade.
     
    Ao que tudo indica os operadores sonham com os tempos de antigamente, em que eram menos embarcações, que não existia regramento para nada,  que acertavam as entradas em reservas indígenas com os caciques com pequenos presentes e outros mimos... Acaso mudou a Constituição?  Mudou o Estatuto do Índio ? O arcabouço legal foi revogado pela FUNAI?  Ora, para mim tudo o que foi feito até agora é ilegal, imoral e inconstitucional. 
     
    Quando a coisa assume proporções como as descritas onde o responsável (poder público) é quem proporciona a ilegalidade e fomenta o exercício de atividades sabidamente fora da lei é porque o império é do arbítrio e provavelmente da corrupção. Será que o governo federal conseguirá algum avanço ou tudo continuará como dantes nas águas negras de Abrantes?
     
     
  12. Like
    JCKruel deu reputação a Marcel Werner em Anzóis no lugar de garatéias - como e porque.   
    Após dois anos usando anzóis single/inline nas minhas iscas, hoje cheguei a um ponto que não uso garatéias. 
     
    Apresentarei neste tópico todas as análises que fiz e os resultados que obtive, me levando a tomar esta decisão.
     
    Não pretendo aqui ser dono da verdade, já tem muitos fazendo este papel. Mantenho minha cabeça aberta, pois a mesma convicção que tenho hoje quanto a anzóis, já tive de pensar estar fazendo o certo com garatéias. Que venha uma discussão saudável.
     
    O problema original
     
    As garatéias que vêm nas iscas são projetadas, geralmente, para a pesca do bass. Tucunarés pequenos abrem com muita facilidade essas garatéias. Eficientes para o bass, as garatéias originais das iscas, para tucunaré, são inúteis.
     
    A análise errada sobre a resistência das garatéias é que os anzóis que a compõem são finos e de material fraco, errada porque desconsidera qualquer outro fator. Daí, a "solução" encontrada foi a substituição por anzóis triplos cada vez mais grossos e resistentes, ignorando todas as outras variáveis e obtendo um resultado que nunca me deixou satisfeito. Por mais reforçadas que sejam, as garatéias continuam abrindo e, poucos percebem, proporcionando fisgadas superficiais - este item é, na minha opinião, o maior vilão para suas capturas.
     
    A minha análise leva em consideração muitos fatores da pescaria, e não a resistência do anzol como fator isolado. Na prática, e em resumo, os anzóis são mais resistentes que as garatéias, a ponto de resolverem esta questão, mas vamos falar de cada item que analisei.
     
    O GAP ou abertura do anzol
     

     
    O espaço entre a haste e a ponta do anzol deve ser proporcional ao tamanho da boca do peixe. Parece simples, mas isso é ignorado pela maioria dos pescadores. Uma garatéia de tamanho #1, normalmente usada na T20, a isca mais comum na pesca do tucunaré na Amazônia, tem uma abertura tão pequena que é a mesma de um anzol utilizado na pesca de tilápias em pesqueiros, ou de pequenos peixes de praia. A desproporção é evidente. O resultado é que muitas fisgadas são superficiais, o famoso "pelo fio do bigode", que costuma resultar em fuga do peixe por rasgar aquele fiozinho.
     
    Na substituição por anzol, há um ganho de abertura que leva a fisgadas mais consistentes, com mais material da boca do peixe, que fica mais difícil de rasgar. Engana-se quem acha que 3 pontas levam a uma maior chance de trazer o peixe até o barco. Embora sejam mais chances de perfuração, os anzóis não fixam firmemente em grande parte das vezes.
     
    Para o argumento numérico, deixo a eficiência do fly, da colher e do jig como reflexão.
     
    O comprimento da ponta do anzol
     
    O tucunaré salta bastante e chacoalha a cabeça. Também chacoalha dentro d'água. Esse é um dos pontos mais fáceis de visualizar. Quanto mais comprida a ponta, mais difícil de desfazer a volta e escapar. E a comparação se torna muito clara.

    O ponto de apoio do peixe no anzol
     
    Eu não sou muito bom de física, mas quando o peixe apóia o peso dele na ponta do anzol, abre mais facilmente, enquanto que a mesma força na curva do anzol é muito mais difícil de abrir. Num anzol triplo, é frequente que duas pontas fixem no peixe, então ele fica apoiado em duas pontas e nenhuma curva. Aparentemente, é mais fácil abrir duas pontas de uma garatéia (já me aconteceu dezenas de vezes) do que abrir um anzol simples. Como eu disse, não sou expert nesse ponto, é minha observação como leigo no assunto.
     
    A espessura dos anzóis
     
    Um anzol inline pode (dependendo do modelo) ser mais grosso do que cada anzol da garatéia que substitui, e ainda assim ser mais leve. Portanto, na quantidade de material e resistência à tração, o anzol tende a ser mais forte. Não testei em laboratório, somente uso prático.
     
    Aliás, cabe lembrar que testes de laboratório frequentemente contradizem a prática, no tocante à resistência das garatéias. Os peixes não abrem tão facilmente as garatéias Owner como sugerem os testes, nem as VMC são tão indestrutíveis assim. Há diferença, mas ela é muito menor na boca do peixe do que no laboratório, além da questão do GAP.
     
    A isca na boca do peixe
     
    Este item é fundamental para mim. Quando pescamos, queremos que o peixe morda a isca. As bocas dos predadores suportam muitas injúrias, que acontecem naturalmente na alimentação do peixe, e é por isso que as perfurações não são danos tão importantes. Me incomodam as fisgadas na cara do peixe, na lateral, em qualquer lugar que não seja a boca. Já presenciei olhos sendo arrancados por garatéias, e já deixei alguns peixes cegos durante a briga. A sensação é das piores! 
     
    Com o uso de anzóis, a isca fica menos volumosa, enxarutando melhor. As fisgadas com anzóis costumam acertar no canto da boca, o famoso "canivete", não sei o motivo ou a dinâmica disso, é o que constato nas minhas observações.
     
    A remoção do anzol também é muito suave, bastando desfazer a volta no sentido da curvatura. Por serem muito fechadas, as garatéias frequentemente travam, demandando puxões mais fortes ou trancos para a remoção. Quando são duas pontas da mesma garatéia, pior ainda.
     
    O tempo de manuseio é um dos maiores fatores de estresse ao peixe. A redução desse tempo é fundamental para uma melhor sobrevivência dos animais e prática mais correta da pesca esportiva.
     
    O equilíbrio da isca
     
    Este item é bastante polêmico. O menor volume do anzol proporciona um arremesso melhor, por menor arrasto no ar. Isso vale para 100% das iscas que testei.
     
    Porém, também diminuirá o arrasto da isca na água, modificando seu nado. Embora pareça uma vantagem, não são todas as iscas que reagem bem. A GC Waka-Pen é um modelo que eu não consegui acertar com anzóis de nenhum modelo. A Fakie Dog 70 ficou perfeita e a 90 não prestou. A Saruna é uma isca que desliza muito na água, nos tamanhos 110 e 125 fica deslizando demais, a ponto de atrapalhar o nado. Para a enorme maior parte dos modelos, fica mais leve e suave de trabalhar, melhora o trabalho da isca, mas há exceções como exemplifiquei.
     
    A flutuabilidade também será alterada, porque os anzóis são mais leves. Isso é vantagem quase sempre, mas também pode haver exceções. Alguns poppers podem ficar pulando, outras iscas podem ter suas possibilidades de trabalhos diminuídas - ou aumentadas. Na minha experiência, as iscas ficaram ainda mais atrativas com o nado mais solto.
     
    As hélices tendem a girar mais. O arrasto das garatéias na água ajuda a evitar o giro do corpo da isca. Claro que a puxada fica mais leve, mas a maior desvantagem desse tipo de isca é torcer a linha. Curiosamente, meus testes ficam muito melhores com iscas de hélice de tamanhos pequenos. Mas sigo testando - renderá tópicos específicos no futuro.
     
    Desvantagens
     
    Sem dúvida, o pouco conhecimento e prática são os maiores desafios nessa transição. Estou aprendendo tudo na raça, gastando tempo e dinheiro para obter este conhecimento.
     
    Outro fator é que os anzóis são bem caros. Nas iscas pequenas, podemos usar os VMC com segurança, mas nas iscas grandes para Amazônia não dá. Tem que ser Decoy 3/0 para quase todas as iscas, pois os Owner abrem facil neste tamanho e o VMC não dá nem pro cheiro. Nas hélices, como usamos 4/0 até 6/0 dependendo do tamanho da isca, nesses tamanhos os Owner podem ser suficientes, e os Decoy continuam sendo os melhores. O modelo da Decoy mais indicado é o Jigging Single (há ainda o modelo plugging e o castin, excessivamente grossos e com formato mais aberto).
     
    Um capítulo à parte são as grandes iscas de hélice. Como o peixe não coloca a isca dentro da boca, e sim a atravessa, as fisgadas diminuem. Também não há grandes ganhos de qualidade de fisgada, porque garatéias 2/0 em diante já são suficientes para agarrar bem na boca do tucunaré. Então para iscas acima de 15 cm, pode ser uma troca desvantajosa. Eu mantenho o uso por uma questão de testes, mas ainda considero a garatéia mais eficiente neste tipo de isca - com a ressalva das fisgadas fora da boca, que considero anti-esportivas. É meu grande ponto de dúvidas.
     
    Segurança
     
    Obviamente, o anzol é muito mais seguro para nosso manuseio do que as garatéias. Contudo, uma boa fisgada em nossa carne poderá ser mais traumática, já que a penetração pode ir muito mais longe, além da maior espessura. Amassar as farpas pode ser muito interessante, eu faço isso para principiantes.
     
    Quando um pescador acerta um piloteiro, parceiro ou ele mesmo, seja no arremesso ou puxando a isca que estava enroscada, as chances de acidentes são menores.
     
    Na Amazônia, é muito comum o guia mergulhar para buscar um peixe que enroscou. É muito mais seguro fazer isso quando se usa anzóis, devido ao menor número de pontas soltas - quando há.


     
    Vantagens adicionais
     
    Cabem muito mais iscas em cada estojo. Isso pode significar um estojo a menos no barco ou na mala de viagem.
    As iscas enroscam menos umas nas outras no estojo, facilitando pegar.
    As iscas não enroscam no capim e enroscam muito menos em qualquer outro tipo de estrutura. 
    Se o peixe for pro enrosco, dificilmente acertará a única ponta solta na galhada - isso se houver ponta solta, pois geralmente a isca fica toda dentro da boca.
    As iscas se desgastam muito menos! Tenho Bonnies com uma semana de uso e não estão marcadas quanto estariam em apenas duas horas de uso com garatéias. Usando anzóis, as iscas carregarão principalmente as marcas das bocas dos peixes, ficando muito mais belas e cheias de histórias para contar. Tenho uma repulsa por iscas que ainda estão novas, mas têm aquela marca profunda de garatéia.
    Vários pontos de enrosco bem fechado que não arriscaríamos arremessar, com anzóis podem ser muito melhor explorados, sem medo da isca ficar lá e nem do peixe se prender após fisgado. Também vale para vegetações, pedras etc.
     

     
    Regra básica de substituição 
     
    Os anzóis não devem ser capazes de se cruzar. Em alguns casos raros, o equilíbrio depende de anzóis tão grandes que isso pode acontecer.
    Os anzóis devem ser os maiores e mais reforçados possíveis, desde que não atrapalhem o nado da isca.
    Os anzóis devem ser proporcionais à boca do peixe-alvo.
    Os anzóis devem ter as pontas em direções opostas em zonas limpas ou com apenas capim. Se houver mais vegetações ou nas galhadas de mangue, as duas pontas devem ficar viradas para trás. Nas iscas de hélice, eu não uso no pitão da hélice, mas se você for colocar, a ponta deverá ficar para frente, senão ela bate na hélice durante o trabalho e perde o fio em poucos minutos de trabalho. Mas esse anzol atrás é totalmente dispensável, pois é raro ele acertar o peixe e costuma quebrar a isca quando pega ali, além da própria hélice ser um empecilho para acertar bem o peixe.
    A resistência tem muito a ver com a vara utilizada, e não significa que todos os tamanhos de anzóis de uma determinada marca são bons. Farei tópicos mais específicos sobre as particularidades de cada modelo.
     

     
    Minha postura e decisões
     
    Na minha operação (lá vem jabá kkkk) eu proibi o uso de garatéias! Agora, só usaremos anzóis. Algumas turmas que vendi antes dessa regra, poderão usar garatéias, mas todos compraram alguns anzóis voluntariamente e vão testar, em respeito aos nossos princípios. Muita gratidão por isto!
     
    Nas minhas pescarias, as garatéias também foram abolidas.
     
    Espero ter ajudado. Eu também gosto de discutir os assuntos técnicos e mantenho este tópico aberto a contribuições. Um forte abraço a todos e aproveitem.
     
     
    IMG_5747.HEIC
  13. Thanks
    JCKruel recebeu reputação de Custom by Marco em Olha elas ai Kid , a sua e de seu genro ( Fluminense & Grêmio)   
    Bah tchê !!!
    O Paulo Emílio tem muito bom gosto...
    Vc como sempre contibua produzindo obras primas.
    Abs
    Kruel
  14. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de Cristiano Rochinha em GRANDE PERDA PARA A PESCA ESPORTIVA   
    O importante mesmo é a herança que o Laerte deixou para todos nós...
    Pesquisador renomado, grande gestor público que nos deixa um legado de inúmeros trabalhos técnicos/científicos de sua lavra, sem esquecer de sua contribuição para a consolidação da pesca esportiva.
    Que Deus o tenha e o abrigue por tudo que fez por aqui.
     
  15. Like
    JCKruel recebeu reputação de Fábio Tittoto em ajuda!!! serra da mesa x lago do peixe????   
    Lago do Peixe, sem dúvida!
  16. Thanks
    JCKruel recebeu reputação de Astra-Taranis em Mercury 30Hp 2T com vela de Iridium. Virou um canhão.   
    Grande Astra!
    Independente de qualquer outra coisa só tenho uma palavra a te dizer: obrigado...
    A questão de que você o Guto eventualmente   terem se tornado uma referência para nós (leigos) fica cristalina, na medida que as respostas se aprofundam e a experiência e o conhecimento de vocês afloram de uma maneira natural e a verdade vai se consolidando e proporcionando esclarecimentos fundamentais para que possamos fazer nossas escolhas com a menor margem de erros.
    Tua resposta ajudou muito e esclareceu muito, de forma que aqueles que tiveram interesse neste post do Taylor se beneficiaram bastante da socialização de informações que, embora disponíveis, até então ninguém havia proporcionado em nenhum outro fórum como também não estão disponíveis na internet da forma aqui proposta...
    De minha parte tive apenas o mérito de identificar em você uma pessoa diferenciada que, por vezes, tenta vender uma imagem de irreverência e de irresignado com as agruras deste mundo, mas que no fundo tem um enorme coração, característica daqueles que já viveram experiências  capazes de quando necessário, demonstrarem seriedade e compromisso para aqueles que em você demonstram confiança.
    Grande abraço e mais uma vez obrigado pelo carinho demonstrado.
    Kruel
    P.s. Aproveitando, lembro que te referiste (lá atrás) sobre as velas Champion normais... É possível que elas apresentem alguma vantagem em relação as velas originais, nos motores Mercury 40/50 nas baixas rotações ? 
  17. Thanks
    JCKruel recebeu reputação de Taylor Oliveira em Mercury 30Hp 2T com vela de Iridium. Virou um canhão.   
    Caro João Manoel,
    Você poderia especificar (detalhar o modelo) da vela que que colocaste no motor? É chinesa ou nacional da NGK? Os 2 mm a mais em relação as velas convencionais não causam problemas? 
    Um abraço e obrigado
    Kruel
     
  18. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de Taylor Oliveira em Mercury 30Hp 2T com vela de Iridium. Virou um canhão.   
    As férias do Astra acabaram, creio que já esteja de volta e estamos esperando pela contribuição dele neste assunto muito interessante:a utilização ou não das velas de iridium nos nossos Mercury 40/50.
    abração
    Kruel
  19. Like
    JCKruel recebeu reputação de Angelo Roberto em O Mundo da Lacração   
    Companheiros,
    Primeiramente é muito bom ver o Ângelo Roberto de volta com um ativismo digno do mais nobre PNC (pé na cova). Sinto um ciúme enorme de não pertencer ao PNC e não posso ir para o outro mundo sem fazer uma pescaria com eles (e com o Kid também). Precisamos agilizar isso de forma que a vida que resta proporcione um encontro, para mim, inesquecível.
    O que está acontecendo é muito simples (na minha visão), pois aqui no FTB encontramos a geração X<Y<Z e uma novíssima que sequer lembro o nome de tão atual. Considerem que o tempo para se formar uma nova geração parece ter diminuído em função da velocidade que as novas tecnologias estão sendo disponibilizadas a todos nós. Isso acaba confundindo um pouco, porque a nossa geração (dos velhinhos) foi criada dentro de princípios que parecem estar desatualizados, mas nós conseguimos sobreviver a estes novos tempos ainda considerando valores que pareciam perdidos (ética, respeito, amor, dignidade, carinho, tolerância, civilidade dentre outros atributos ora em desuso.
    Mas não vejo nada errado nisso, pois as gerações mais novas quando desafiadas enfrentam problemas pelos quais não passamos haja vista que quem determina os rumos continua sendo o mercado ...Considerem que ele tem sido inflexível em suas escolhas de forma que é normal algum destempero da juventude frente a eventuais adversidades! Menos mal que isto tem cura porque o tempo acaba, sempre, sendo o senhor da razão.
    Por outro lado eles parecem ter dificuldade em entender a diferença entre a divergência e a discordância e, no meu tempo, pela tolerância era comum a divergência proporcionar até a união entre pessoas que tinham diferentes pontos de vista... Hoje vivemos numa era pós digital e parece que não são todos que conseguiram identificar isso, talvez em função de que, assim como nós eles estão sendo educados por um raciocínio sempre linear e o mercado e o mundo estão sendo preparados para viver uma fase exponencial em tudo, tanto no ramo empresarial como no educacional e até na própria vida!
    Para diminuir o "stress" que estas diferenças entre as gerações eventualmente ocorrem há um bom tempo tomei uma decisão deliciosa: ao entender que as novas gerações não conseguem ser "velhinhas" como nós resolvi me tornar jovem novamente e a primeira coisa que fiz foi aprofundar um estudo sobre a linguagem deles (sim, cada geração tem linguagem própria) e entender seus costumes que variam muito, mas também tem muita coisa em comum. 
    Para não alimentar discussões quase sempre inócuas adotei a linguagem filosófica, milenar até como forma de proporcionar reflexões e quem sabe, mudar comportamentos até porque o simples fato de todos nós sermos pescadores, para mim significa que todos nós temos a tendência de sermos gente boa!!! 
    abração a todos
    Kruel
  20. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de Cristiano Rochinha em IMPORTÂNCIA DO USO DO PROTETOR SOLAR   
    Mas bah Xará..
    Não assusta que vais tirar de letra! Já passei por isso (exatamente igual ao teu caso) e a opção foi queimar com um bisturi elétrico...
    Depois disso tenho ido nas pescarias  fazendo exatamente o que preconizas: protetor solar na carcaça!!!
    A única coisa que senti na cirurgia(?) foi um cheirinho de churrasco, mas em compensação ganhei uma bela cicatriz no nariz que é a prova da minha vitória...
    Grande abraço e tamo junto!
    Kruel
     
     
     
  21. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de Ramon Paz em “Seleção” pra operar em SIRN a partir deste ano   
    Ora...ora...
    Novidade nenhuma em se tratando da política local de SIRN!!! Creio que eles merecem porque sabiam que iria acontecer esta palhaçada e não fazem nada em prol de si mesmos...
    Juridicamente é uma aberração mas como os ofícios dos operadores encaminhados a todas autoridades sequer foram respondidos, dizer o que? Minha posição sobre a pesca em reservas indígenas é por demais conhecida e o que estão fazendo é onerar cada vez mais as nossas pescarias na Amazônia. Em breve haverá apenas duas categorias: pescadores brasileiros ricos que vão continuar indo e o resto que só vai olhando eventuais relatos. 
    Tem solução?  Basta denunciar tudo (e a documentação é farta) a corregedoria do Ministério Público Federal em Brasília e exigir as providências cabíveis! O que fizeram foi a FUNAI montar uma imensa farsa e provavelmente os "lideres indígenas" vão receber em dólares  a sua parte. A outra é a turma boicotar totalmente estes pacotes dos operadores estrangeiros, inclusive agindo lá nos USA, porque por lá a lei vale e será possível causar um dano imenso a estes operadores que explorarem os ribeirinho porque nem índios são! 
    Há outra? Por certo, mas seria apenas se o Bolsonaro ganhasse as eleições... kkkkkkk 
    abs
    Kruel
     
  22. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de Fabrício Biguá em “Seleção” pra operar em SIRN a partir deste ano   
    Ora...ora...
    Novidade nenhuma em se tratando da política local de SIRN!!! Creio que eles merecem porque sabiam que iria acontecer esta palhaçada e não fazem nada em prol de si mesmos...
    Juridicamente é uma aberração mas como os ofícios dos operadores encaminhados a todas autoridades sequer foram respondidos, dizer o que? Minha posição sobre a pesca em reservas indígenas é por demais conhecida e o que estão fazendo é onerar cada vez mais as nossas pescarias na Amazônia. Em breve haverá apenas duas categorias: pescadores brasileiros ricos que vão continuar indo e o resto que só vai olhando eventuais relatos. 
    Tem solução?  Basta denunciar tudo (e a documentação é farta) a corregedoria do Ministério Público Federal em Brasília e exigir as providências cabíveis! O que fizeram foi a FUNAI montar uma imensa farsa e provavelmente os "lideres indígenas" vão receber em dólares  a sua parte. A outra é a turma boicotar totalmente estes pacotes dos operadores estrangeiros, inclusive agindo lá nos USA, porque por lá a lei vale e será possível causar um dano imenso a estes operadores que explorarem os ribeirinho porque nem índios são! 
    Há outra? Por certo, mas seria apenas se o Bolsonaro ganhasse as eleições... kkkkkkk 
    abs
    Kruel
     
  23. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de Eduardo Chedid em REVIEW TÉCNICO DA NOVÍSSIMA CARRETILHA KATANA ,POR EDUARDO CHEDID/ LDS TUNING   
    Mas por que essa discussão estéril? 
     
    Companheiros,
    Sou leigo em manutenção de carretilhas e, quando necessário, pago para alguém fazer e nem sempre o serviço é dos melhores aqui em Goiânia...
    Não tenho procuração para defender o Chedid (nem o conheço) mas gosto muito dos reviews dele porque percebo que se trata de uma opinião técnica, mas apenas a opinião pessoal dele!!
    Me parece que que para tudo o que está a venda tem um preço e quem pode compra, adquire aquilo que o próprio bolso permite e aí está a melhor contribuição dele...  Tenho carretilhas Daiwa, Shimano e não tenho (ainda) nenhuma MS mas pretendo comprar uma porque vejo na MS uma evolução e uma busca por um material confiável e que cabe no bolso da maioria dos companheiros. 
    Também vejo uma evolução nos comentários do Chedid e quem o acompanhou (como eu) nos reviews que posta há muito tempo nos sites da vida, deve ter notado como ele adquiriu mais experiência e conteúdo. Também não creio que ele pense que sabe tudo, mas está no caminho certo e conviver com eventuais críticas faz parte do jogo: o que aconteceu aqui foi apenas uma crítica desagradável até porque não conheço nenhuma crítica que seja agradável. (kkkk)
    Tenho certeza que o Chedid aprendeu mais alguma coisa com o incidente e espero que ele continue contribuindo conosco como sempre fez, sabendo que a maioria são leigos como eu e precisamos de pessoas como ele para aprendermos um pouquinho mais. Nada contra a opinião do Luciano que também deu a sua contribuição e também nos ensinou um pouquinho mais. 
    Um grande abraço
    kruel
  24. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de FabianoTucunare em Proteção do Rio Negro - MMA   
    Ah Kid, haja otimismo! Na verdade ninguém fiscaliza e quem eventualmente o faz não tem legitimidade nenhuma para fiscalizar a pesca na região (exceção IBAMA e ICMBIO). 
    Você fica sabendo que fiscais(?) da FUNAI fazem apreensões de equipamentos de pesca até fora das reservas, por vezes junto da Policia Federal que (pasme) embora sendo a própria polícia não tem o Poder de polícia administrativa para aplicar multas ambientais e fazer apreensões!!!!  Os fiscais(?) da Funai sequer fiscais são porque não existe um decreto regulamentando o Estatuto do Indio! Por isso as maracutaias na região das pescarias em reservas indígenas...
    Estes atos são exclusivos da fiscalização específica, ambiental, representando o poder executivo ambiental através de servidores concursados e lotados na fiscalização para este fim...  Raramente aparecem por lá, mas meu otimismo se deve a situações que vão exigir recursos e tudo indica que eles poderão ser disponibilizados seja através de estranjeiros seja através dos recursos das multas ambientais "carimbando a verba" para a fiscalização! Aí a coisa começará a andar, mas antes teremos que realizar um ordenamento federal em toda a bacia porque se trata de um Rio Federal. 
    Em função da APA Tapuruquara em SIRN, desde que aprovem o projeto de lei que a COTA apresentou aos vereadores e posterior decreto regulamentando o uso da APA será possível angariar recursos para uma fiscalização municipal eficaz! Mas eles (políticos locais) querem isso? Para esta questão ainda não tenho resposta e por isso ando afastado das discussões sobre SIRN.
    abração
    Kruel
  25. Upvote
    JCKruel recebeu reputação de FabianoTucunare em Proteção do Rio Negro - MMA   
    Grande Fabiano,
    Embora as inúmeras adversidades que aparecem quando as pessoas do bem tentam promover o ordenamento do Rio Negro em bases sustentáveis, agora com a disponibilização de recursos internacionais e das multas federais, já estou acreditando ser possível implantar um manejo adequado   em toda a bacia do Rio Negro!!!
    abração
    Kruel
×
×
  • Criar Novo...